• Genética
  • Ações do melhoramento genético para produção de leite começam em janeiro

    10/01/2014
    A partir de 27 de janeiro, a Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro) inicia as ações do projeto de melhoramento genético em 2014. A programação visa atender aos pequenos produtores de leite, e é elaborada pela supervisão de desenvolvimento animal da Seagro. O projeto de melhoramento genético oferece aos produtores a biotecnologia - Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF).

    Técnicos da Seagro visitam propriedades com médicos veterinários, avaliando as boas condições do animal. Foto: Arquivo - Ascom/Seagro Técnicos da Seagro visitam propriedades com médicos veterinários, avaliando as boas condições do animal. Foto: Arquivo - Ascom/Seagro A partir de 27 de janeiro, a Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro) inicia as ações do projeto de melhoramento genético em 2014. A programação visa atender aos pequenos produtores de leite, e é elaborada pela supervisão de desenvolvimento animal da Seagro. O projeto de melhoramento genético oferece aos produtores a biotecnologia - Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF). Segundo o zootecnista da Supervisão de Desenvolvimento Animal, Alan Oliveira, os técnicos da Seagro visitam as propriedades com a demanda e, acompanhados dos médicos veterinários, avaliam se as vacas estão vazias e em boas condições corpóreas. ?Os animais considerados aptos ao protocolo IATF tem a ovulação sincronizada a fim de receber a inseminação em dez dias. O material genético utilizado na inseminação pertence a touros com qualidade reconhecida para produção de leite?, explica Oliveira. O secretário da Agricultura e Pecuária, Jaime Café, enfatiza os benefícios do IATF. ?São muitas as vantagens para os produtores de leite no Tocantins, como a inseminação de um grande número de animais em tempo reduzido, o aumento do índice de prenhez, e consequentemente o aumento da produção de leite?, concluiu. Produção Atualmente, o Estado produz uma média de 280 milhões de litros de leite bovino por ano, sendo a terceira maior produção da região Norte do País. O projeto de melhoramento genético em 2014, visa atender aos pequenos produtores de leite. Foto: Arquivo - Ascom/Seagro O projeto de melhoramento genético em 2014, visa atender aos pequenos produtores de leite. Foto: Arquivo - Ascom/Seagro Confira a programação de IATF: Janeiro ·          27 a 31 ? Cristalândia, Pium, Caseara e Marianópolis Fevereiro ·         3 a 9 ? Santa Rosa, Natividade, Paranã, Jaú e Palmeirópolis ·         6 a 8 ? Barrolândia ·         10 a 16 ? Colméia, Colinas, Guaraí, Couto Magalhães e Palmeirante. ·         24/02 a 03/03 ? Palmeiras, Luzinópolis, Augustinópolis e Araguatins.

    Fonte: Seagro/TO



  • Suplementação mineral é essencial para rebanho, mas exige medida específica

  • Não existe receita de sucesso e é preciso fazer análise real de cada caso

    + leia mais
  • A vez delas também na pecuária

  • Estamos falando das fêmeas bovinas como fiel da balança na hora de melhorar a rentabilidade do negócio. Na cobertura a campo, predominante na pecuária nacional, produzem em média 28 filhotes por ano,

    + leia mais
  • Uma nova revolução

  • Eficiência alimentar passa a ser grande preocupação dos principais selecionadores de bovinos do País. A característica promete conferir maior competitividade à produção de carne vermelha.

    + leia mais
  • Genética no tempo, sem artificialismos

  • Respeitando a fixação de características no rebanho ao longo do tempo sem quaisquer maquiagens nas informações observadas e coletadas no campo.

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites