• Genética
  • Animais abatidos em Rondônia impressionam e garantem 100% de bonificação

    28/11/2016
    Qualidade de lote de fêmeas frutos de cruzamento Nelore com Hereford e Angus abatido chama atenção no Norte do país

     Um lote de animais Hereford e Angus, formado por genética 100% ABS, conquistou bonificação total durante abate em outubro no estado de Rondônia. Com média geral superior a 230kg e com excelente acabamento de carcaça, a produção foi valorizada pelo protocolo do frigorífico JBS-Friboi garantindo ao proprietário uma valorização média de R$5,00 a mais por arroba, sendo a maioria atingindo a bonificação máxima do programa: R$6,00.

     “Foi a primeira vez que um lote conquistou esse feito na nossa região”, comemora o representante da ABS na região de Cacoal, Emerson Lessi, ressaltando que os animais são todos filhos de touros da bateria da empresa e apresentaram rendimento de carcaça de 52,35%.  “Sem dúvida, mostra que o pecuarista brasileiro está cada vez mais empenhado em produzir muita carne e, principalmente, carne de qualidade. É o mercado ditando regras e valorizando que investe com esse objetivo”, acrescenta o técnico.

    O abate aconteceu na Unidade de Vilhena (RO) do JBS e impressionou o gerente de Compra de Bovinos da empresa, Rogério Couto Lima. “Sem dúvida, foi o melhor lote abatido com as qualidades valorizadas pelo nosso protocolo: menor idade, com melhor acabamento e maior peso”, ressalta, afirmando que foi a maior premiação concedida pelo programa em 2016. “Com certeza, este é um animal que reflete o produto que o consumidor vem buscando, que é a carne de qualidade, além de ser o tipo de genética que rentabiliza melhor o pecuarista, garantindo sua permanência no mercado”, avalia.

    Ao todo, foram abatidas 70 fêmeas Nelore x Hereford, filhas do touro R294, que pesaram, aos 15 meses, média de 230,22kg, e 200 novilhas Nelore x Angus, filhas de Curve Bender, que pesaram, aos 15 meses, média de 236,65kg, ambas garantindo a bonificação extra ao produtor.

     “Ficamos muito felizes. Com certeza, é um resultado que não perde para a pecuária americana. Atingir esse resultado mostra que o trabalho não foi em vão”, comemora Rui Melo, que ajuda o pai, Paulo de Oliveira Melo, na administração da Fazenda Santa Rita de Cássia, na região de Alta Floreste do Oeste (RO).

    Na propriedade, são criadas duas mil matrizes. O trabalho de melhoramento com genética 100% ABS começou há seis anos, com todo o rebanho sendo submetido a inseminação artificial. “Esse foi só o começo. Já estamos repetindo esses resultados e a expectativa é que esse material diferente seja cada vez mais reconhecido pelo mercado”, conclui Melo.

    Fonte: ABS

  • Projeto Campos do Araguaia busca adequação ambiental em propriedades do MT

  • O projeto irá apoiar a intensificação e restaurar de 130 mil hectares de pastagens no Médio Araguaia/MT. Serão realizadas adequação ambiental e intensificação sustentável em 50 propriedades rurais em

    + leia mais
  • Rally da Pecuária 2017 vai a campo em cenário de maior oferta

  • Produtores mais tecnificados tendem a manter ou até aumentar a rentabilidade apesar da queda nos preços

    + leia mais
  • iLPF proporciona estabilidade da oferta de forragem na propriedade leiteira

  • A região de Unaí, no Noroeste de Minas Gerais, é uma das principais bacias leiteiras do estado. Além do período da seca, a forte influência de veranicos e as altas temperaturas durante as águas são um

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites