• Genética
  • Bezerro de qualidade é essencial para o lucro da pecuária de corte

    29/03/2018
    Pecuarista do Vale do Araguaia comprova no abate o retorno de investimentos em bezerros Carpa

    Insumos de primeira linha, uso de tecnologia e conhecimento de mercado são questões diretamente relacionadas ao sucesso da atividade pecuária. Para os projetos de recria e engorda tudo começa no tipo de bezerros escolhidos para entrar no manejo. No último Mega Carpa, realizado no segundo semestre de 2017 em Barra do Garças, Mato Grosso, a Carpa Serrana promoveu uma venda com recorde de preços ao obter R$ 7,27 por quilo vivo do bezerro, o que equivaleu à uma arroba de R$ 218,10. No remate, os disputados bezerros Carpa alcançaram média de R$ 1.748, algo que foi 30% a mais que o valor médio de referência registrado nas regiões Norte e Centro-Oeste naquele período.

    O maior comprador na ocasião, o Grupo 20@, do pecuarista Kiko Quagliato, proprietário da marca Kiko's Ranch, já é um cliente tradicional do leilão que movimenta a Fazenda Cibrapa. “Fico sempre muito satisfeito com as minhas aquisições de bezerros da Carpa. O Duda faz uma seleção fantástica e esse gado, quando a gente leva para a engorda é o que sai na frente”, confirma Kiko Quagliato.

    Veja os resultados de um lote de animais de origem Carpa, adquiridos em 2016, que foi enviado recentemente para o abate. “Foram 380 bois, com 28 meses de idade, nós recriamos a pasto e terminamos no confinamento por 80 dias. Os garrotes conseguiram ganhar peso de 1,720 kg/dia para alcançar rendimento de carcaça de 56,75%”, conta o proprietário da Kiko’s Ranch 20@, projeto que envolve 5 fazendas com 1.500 alqueirões no Vale do Araguaia, nas cidades de Nova Crixás e Mundo Novo e por ano leva 15 mil bois para os frigoríficos da região.

    “Nós ficamos muito satisfeitos com essas histórias que ouvimos de nossos clientes. Acredito que esse é um dos principais motivos da taxa de recompra do Mega Carpa ser alta. Eu sempre digo que bezerro de qualidade não custa, ele vale, isso porque a genética dele dá segurança para todo o investimento feito em estrutura, em alimentação, e produtos para sanidade, por exemplo, volte e seja multiplicado”, diz o gerente de pecuária da Cibrapa, Marcos Junqueira.

    A Carpa é pioneira na produção do novilho precoce e os números do abate da Kiko’s Ranch reforçam o reconhecimento que o criatório tem como um dos melhores na seleção e na criação comercial da raça Nelore no Brasil. “Nós procuramos manter a motivação da nossa equipe e o foco em uso de tecnologia e ferramentas que promovam continuamente o melhoramento genético do plantel e, consequentemente, a evolução do rebanho comercial. Quando recebemos informações de um abate como esse do Kiko Quagliato, que é um pecuarista arrojado e visionário, somos desafiados a melhorar ainda mais”, diz o criador Eduardo Biagi.

    Fonte: Kiko’s Ranch / Publique



  • A vez delas também na pecuária

  • Estamos falando das fêmeas bovinas como fiel da balança na hora de melhorar a rentabilidade do negócio. Na cobertura a campo, predominante na pecuária nacional, produzem em média 28 filhotes por ano,

    + leia mais
  • Uma nova revolução

  • Eficiência alimentar passa a ser grande preocupação dos principais selecionadores de bovinos do País. A característica promete conferir maior competitividade à produção de carne vermelha.

    + leia mais
  • Pecuária competitiva é quebra de paradigma

  • Nada de fórmulas milagrosas. Tudo é trabalho, transpiração, interpretação de números e fatos, além de contínuo aprimoramento pessoal como empreendedor.

    + leia mais
  • Temple Grandin: Práticas de bem-estar animal traz vantagens para o gado e para o pecuarista

  • Pesquisadora norte-americana Temple Grandin está no Brasil e fala sobre a preocupação com o bem estar animal e sua importância para obter-se mais produtividade na fazenda. Ela é uma das maiores autori

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites