• Conjuntura
  • Boi versus carne: apertem os cintos

    24/10/2014
    A cotação do boi gordo subiu 16,5% desde o início do ano, quando a arroba era vendida a R$115,00, em São Paulo.

    Maisa Módolo*

    Boa parte dessa valorização ocorreu de agosto para cá, com a retração expressiva da oferta de boiadas de pasto.

    Desde então, a cotação subiu de R$119,00/@ para R$134,00/@, à vista, alta de 12,6%. Veja na figura 1 a evolução dos preços da arroba este ano, em São Paulo.

    Há dificuldade na aquisição de bovinos e este cenário tem guiado mais os preços do boi gordo do que o consumo de carne bovina.

    Sinal disso é o comportamento dos preços da carne bovina, tanto no atacado quanto no varejo, que não acompanharam a alta da arroba do boi gordo na mesma proporção, ou seja, o brasileiro está consumindo menos carne em função do preço em elevação.

    De agosto para cá, o mercado atacadista de carne bovina com osso tem patinado e o frigorífico repassou a alta em apenas 1,6%.

    O preço do quilo do boi casado de animais castrados subiu de R$7,59 para R$7,71 no período. Ou seja, a indústria tem pago mais pela arroba sem receber mais pela carne, na mesma proporção.

    Este cenário prejudicou as margens. A margem do Equivalente Scot Carcaça, que considera a diferença entre a receita obtida pelo frigorífico com a venda de carne com osso, couro, sebo, miúdos, subprodutos e derivados, em relação ao preço pago pela arroba, caiu de 20,1% para 10,1%, de agosto até agora.

    Esta é a margem mais baixa desde março de 2011 quando chegou a 10,0%. A média histórica deste indicador, desde o início do levantamento, em 2007, é de 15,8%. 

    Com a baixa oferta de boi gordo, é possível que os preços da arroba tivessem subido mais caso a situação fosse de pleno consumo.

    Daqui para frente, fica a expectativa de que os estoques enxutos deem sustentação aos preços da carne. Está difícil repassar a alta e altas expressivas são pouco prováveis.

    *Maisa Módolo é engenheira agrônomo e analista da Scot Consultoria

    Fontge: Carta Conjuntura / Scot Consultoria

     


  • Mato Grosso recebe técnicos do Rally da Safra para avaliar lavouras de soja de ciclo médio e tardio

  • Região Leste sofreu atraso no plantio, mas expectativa é de bom desempenho

    + leia mais
  • Produtividade de fazenda amenta em 71% com ajuda da irrigação

  • Propriedade localizada em Balsas, no Maranhão, foi a primeira no Estado a construir poço tubular de alta vazão que proporcionou utilizar os pivôs centrais

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites