• Manejo
  • Castração com menos estresse

    30/07/2020
    Nutricorp explica de que forma a castração pode causar estresse e quais são as práticas que podem ajudar na produção após a castração.
    Foto: Divulgação.
     
    Um assunto que diverge opiniões, a castração bovina apresenta pontos favoráveis e desfavoráveis quando o tema é a sua realização em gado de corte. O que gera essa dúvida é o fato de que enquanto um boi inteiro tem melhores índices produtivos, a carne de um animal castrado costuma ser mais atrativa pela melhoria nas características de maciez e sabor. “Por isso, vale muito pensar e ponderar sobre quais são os objetivos para o seu rebanho antes de optar por castrar. Analise seu sistema produtivo, trace um objetivo e então opte por castração ou não”, aconselha Bruno Cappellozza – Gerente P&D da Nutricorp.
    A escolha parece simples de ser feita. Mas, além de entender o objetivo final, ou seja, se você quer ter mais volume ou qualidade da carne abatida, existem outras informações que precisam ser consideradas, principalmente se sua escolha for por optar pela castração. 
    Quando o animal é castrado algumas alterações fisiológicas e comportamentais podem ocorrer dependendo de como essa castração será executada. “Este procedimento, assim como outras práticas rotineiras em um rebanho, pode ser muito estressante para os animais, e todo esse desgaste impacta negativamente os resultados produtivos e de saúde do rebanho. O animal acaba não desempenhando como esperado e fica mais suscetível a ocorrência de doenças e a outros problemas comportamentais que, por sua vez, podem dificultar o manejo e interagir com os fatores produtivos e de saúde”, explica.
    Como salientado, algumas práticas podem causar estresse bovino, mas já existem estudos que comprovam que o manejo é parte fundamental na redução desses problemas.  “Quando feito de forma cuidadosa, e prezando pelo bem-estar animal, o estresse resultante da castração pode ser amenizado. E como boas práticas de manejo já existem ferramentas que podem auxiliar nesse processo, como é o caso de SecureCattle®”, orienta. 
    O SecureCattle® é uma substância análoga à substância apaziguadora bovina (SAB), que é produzida naturalmente pelas vacas no momento do parto. O uso do produto reduz a resposta negativa do estresse, melhorando a saúde e o desempenho do rebanho. Nesse caso em específico, podemos mencionar a melhoria produtiva e de saúde após a castração de bovinos de corte.
    Os diferentes processos de castração podem resultar em diferentes respostas fisiológicas e comportamentais e como exemplo citamos: castração cirúrgica, com elástico ou o procedimento com burdizzo. A técnica com burdizzo utiliza um alicate (ou burdizzo) para interromper a circulação de sangue para os testículos, o que causa uma degeneração do mesmo, enquanto que a técnica com elástico é idêntica na sua função, mas com a utilização de um elástico vs. alicate. Já a castração cirúrgica consiste na retirada dos testículos com a remoção ou não da ligadura do cordão com fio de sutura através da técnica de orquiepididimectomia bilateral. “Delas, a cirúrgica resulta em mudanças mais pronunciadas no comportamento e uma resposta inflamatória mais acentuada quando comparada aos animais castrados com burdizzo ou elástico. As concentrações de haptoglobina, um importante marcador do sistema imune inato em bovinos de corte, são maiores em animais castrados de maneira cirúrgica vs. elástico. Em contrapartida, diversos estudos na literatura demonstraram que a administração de um anti-inflamatório não esteroidal (AINE; meloxicam) no momento da castração pré-entrada no confinamento resultou em animais com um maior PV no final do confinamento”, explica Bruno.
    E, apesar da utilização do anti-inflamatório ser efetiva, também causa estresse e uma resposta inflamatória nos animais, já que este envolve uma lesão no tecido dos animais. “Por isso, uma alternativa para reduzir estes efeitos e, por consequência as perdas produtivas, de saúde e bem-estar causadas pela castração em bovinos de corte é a utilização do SecureCattle®, que em experimento recente com 390 animais já começaram a ser notados. “São animais Nelore × Angus que receberam ou não 5 mL de SecureCattle® no momento da castração. Esses animais foram colocados em 2 baias de confinamento por um período de 30 dias e, então, pesados novamente. Os animais que receberam o SecureCattle® apresentaram um maior GPD (+ 172 g/dia) e, consequentemente, estavam mais pesados ao final dos 30 dias de avaliação (+ 5,1 kg), demonstrando a eficácia dessa tecnologia em aliviar o estresse e otimizar o desempenho dos animais nos primeiros 30 dias após a castração”, finaliza. Bruno ainda salienta que os resultados de desempenho e características de carcaça desses animais serão coletados e analisados para subsequente avaliação do manejo de aplicação do SecureCattle® no momento da castração durante todo o período de confinamento.
     
    Sobre a Nutricorp
    A Nutricorp, empresa referência em qualidade e inovação no agronegócio, é especialista em soluções criativas em nutrição e bem-estar de bovinos de corte e leite, tendo qualidade e segurança incorporadas no seu DNA, sempre visando a satisfação de seus clientes e o cuidado com o meio-ambiente. Com mais de 20 anos de mercado, a marca sempre atuou próxima aos produtores e fábricas, atendendo suas demandas com o máximo de expertise e personalização. Pioneira em transformar coprodutos da agroindústria alimentícia em produtos inovadores e eficazes criando novas soluções com foco em nutrição animal e desempenho produtivo na cadeia de ruminantes. Como principal valor, a companhia preza por suas relações com clientes, fornecedores e colaboradores, entregando e pensando sempre na promoção do melhor e como objetivo, seu desejo é nutrir com inovação as relações na agropecuária, assegurando sabor e saúde, na fazenda e na mesa. http://www.nutricorp.com.br.
     
  • Cooperativa Lar inaugura complexo agroindustrial em Mato Grosso do Sul

  • Novo complexo tem capacidade para processar 1,5 mil toneladas de soja por dia e produzir 300 toneladas de biodiesel a cada 24 horas.

    + leia mais
  • Evolução dos probióticos na saúde dos bezerros

  • Veja a evolução dos probióticos na saúde dos bezerros

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (6)



  • dobson
  • czpQsO https://www.quora.com/What-the-top-SEO-keywords-for-essay-you-know/answer/Alan-Smith-1772 write my essay

    Postado: 03/12/2020 23:01:00

  • dobson
  • l3QODv https://www.quora.com/What-the-top-SEO-keywords-for-essay-you-know/answer/Alan-Smith-1772 write my essay

    Postado: 03/12/2020 20:19:00

  • Merziuz
  • g0JfWQ http://pills2sale.com/ viagra online

    Postado: 13/11/2020 21:40:00

  • johnanx
  • DNOy6X http://pills2sale.com/ viagra cialis buy

    Postado: 01/11/2020 16:27:00

  • dobsonz
  • F5BV2i http://pills2sale.com/ levitra nizagara

    Postado: 18/10/2020 13:58:00

  • dobsonz
  • dD5inh http://pills2sale.com/ levitra nizagara

    Postado: 18/10/2020 12:04:00

    Criação de sites