• Genética
  • Cruzamento bovino permite produzir leite que não causa alergia

    26/08/2016
    Unesp de Jaboticabal participa da pesquisa

    O Instituto de Zootecnia de Nova Odessa (SP) desenvolveu uma pesquisa pioneira para produzir um tipo de leite que não causa alergia pela proteína presente na bebida. Os estudiosos do Centro observaram a composição genética do gado e realizaram o cruzamento apenas entre os rebanhos que apresentaram a proteína Beta Caseína (A2) no organismo que, segundo o estudo, são mais saudáveis para o consumo humano.

    Enquanto o leite comercializado tem apenas 11% da presença da proteína A2, no leite do gado com o melhoramento genético, analisado na pesquisa, a existência Beta Caseína sobre para 88,5%, segundo o estudo.

    A ideia é disponibizar para o consumo o leite que, de acordo com os cientistas, ajuda a evitar doenças como diabetes e problemas cardíacos.

    "Ao agregarmos valor ao leite, contribuímos também para a melhor remuneração do produtor", explicou o diretor do Centro de Pesquisa com Bovinos do Leite, Anibal Eugênio Vercesi Filho. "A raça Gir Leiteiro, além da adaptabilidade e resistência apresenta leite não-alergênico", disse. Para a pesquisa, foram analisados os perfis genéticos de 385 matrizes da raça Gir Leiteiro.

    De acordo com o diretor do Centro de Pesquisa com Bovinos do Leite, o objetivo é formar um rebanho de animais com a genética da Beta Caseína e que produzam leite com a A2.

    Os resultados do estudo apontam uma vantagem para a raça do gado Gir Leiteiro, espécie mais utilizada para a produção do laticínio no Brasil, devido à elevada presença do gene que decodifica a proteína.

    No projeto, participaram pesquisadores do IZ em parceria com a Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Jaboticabal e com a Associação Brasileira de Criadores do Gir Leiteiro (ABCGIL).

    "Assim, em médio prazo, o Instituto de Zootecnia poderá fornecer leite contendo apenas a proteína Beta Caseína A2. Além disso, as matrizes e reprodutores passarão essa mesma característica aos seus descendentes", ressaltou.

    Fonte: G1 Piracicaba e Região



  • Uma nova revolução

  • Eficiência alimentar passa a ser grande preocupação dos principais selecionadores de bovinos do País. A característica promete conferir maior competitividade à produção de carne vermelha.

    + leia mais
  • Pecuária competitiva é quebra de paradigma

  • Nada de fórmulas milagrosas. Tudo é trabalho, transpiração, interpretação de números e fatos, além de contínuo aprimoramento pessoal como empreendedor.

    + leia mais
  • Sucesso pressupõe trabalho além das porteiras

  • Projeto se constrói com muita gestão e espírito corporativo. Aos poucos ganha a condição de referência e vai rapidamente se expandindo levando toda uma cadeia produtiva.

    + leia mais
  • Temple Grandin: Práticas de bem-estar animal traz vantagens para o gado e para o pecuarista

  • Pesquisadora norte-americana Temple Grandin está no Brasil e fala sobre a preocupação com o bem estar animal e sua importância para obter-se mais produtividade na fazenda. Ela é uma das maiores autori

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (4)



  • gordon
  • b4FL6c http://www.y7YwKx7Pm6OnyJvolbcwrWdoEnRF29pb.com

    Postado: 31/01/2017 16:52:00

  • matt
  • LAQLId http://www.y7YwKx7Pm6OnyJvolbcwrWdoEnRF29pb.com

    Postado: 29/01/2017 14:55:00

  • chaba
  • Zymfu5 http://www.y7YwKx7Pm6OnyJvolbcwrWdoEnRF29pb.com

    Postado: 29/01/2017 14:50:00

  • Barnypok
  • lJeDYQ http://www.FyLitCl7Pf7ojQdDUOLQOuaxTXbj5iNG.com

    Postado: 07/01/2017 02:00:00

    Criação de sites