• Conjuntura
  • Fevereiro de fervo no mercado do boi gordo

    11/02/2020
    Depois de um janeiro apático, fevereiro segue se destacando pela recuperação gradativa da liquidez dos negócios.

    Boi gordo.

    Depois de um janeiro apático, fevereiro segue se destacando pela recuperação gradativa da liquidez dos negócios no mercado do boi gordo, relata a Informa Economics FNP.

    “Desde o início deste mês, vem crescendo o número de compradores dispostos a pagar valores mais atrativos aos pecuaristas”, enfatiza a consultoria paulista, que constatou evolução de preços da arroba em grande parte das praças pecuárias, com destaque para a região Norte do País.

    Nesta quarta-feira, na praça de Marabá, no Pará, houve a realização da compra de mais de 2.000 cabeças a R$190/@, a prazo, para desconto do Funrural, informa a consultoria. Os preços do boi gordo também subiram em Redenção e Araguaína, para R$ 177/@  (à vista) e R$ 180/@ (prazo), respectivamente. Em Tocantins, a FNP destaca os aumentos das cotações nos balcões das praças de Araguaína (para R$ 172/@, a prazo) e de Gurupi (R$ 173/@, à vista).

    No entanto, apesar da recente evolução no volume de compras de boiada gorda, o quadro de oferta de animais terminados se mantém bastante escasso, devido sobretudo à estratégia de retenção proposital do gado adotada pelos pecuaristas, que continuam à espera de preços ainda melhores, ressalta a FNP.

    Entre as praças situadas no Centro-Sul, o dia também foi de preços em alta, segundo a consultoria. Em Goiás, por exemplo, as cotações do boi gordo vêm reagindo sistematicamente, visto que as escalas de abate avançam de forma muito limitada. No Mato Grosso, continua a FNP, as altas generalizadas devolveram liquidez e permitiu formação de escalas aparentemente mais longas.

    No interior paulista, o mercado segue com baixo fluxo de comercialização diante da dificuldade de compra. No Pará, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, o mercado também segue com recuperação gradual das vendas, garantindo maior firmeza da arroba.



  • Mato Grosso recebe técnicos do Rally da Safra para avaliar lavouras de soja de ciclo médio e tardio

  • Região Leste sofreu atraso no plantio, mas expectativa é de bom desempenho

    + leia mais
  • Produtividade de fazenda amenta em 71% com ajuda da irrigação

  • Propriedade localizada em Balsas, no Maranhão, foi a primeira no Estado a construir poço tubular de alta vazão que proporcionou utilizar os pivôs centrais

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites