• Sustentabilidade
  • GTPS organiza seminário sobre redução de emissão de GEE e aumento da produção de carne na Amazônia

    30/11/2016
    No dia 7 de dezembro, o Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS), em parceria com o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), promove o seminário “Como práticas agropecuárias sustentáveis reduzem as emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) e aumentam a produção de carne na Amazônia”.

    O objetivo do encontro, que será realizado na McDonald’s University em São Paulo, é reunir especialistas do setor, pecuaristas e associados do GTPS para o lançamento do estudo realizado pelo Imaflora em fazendas da região norte de Mato Grosso com integrantes do Programa Novo Campo, que conta com a parceria do McDonald’s, Instituto Centro de Vida (ICV), Pecuária Sustentável da Amazônia (Pecsa) e JBS, além de divulgar o balanço com todas as atividades desenvolvidas em 2016.

    A programação tem início com a apresentação de contextualização do tema “Pecuária Sustentável na Prática”, realizada pelo Presidente do GTPS, Francisco Beduschi. Em seguida, Laurent Micol, da PECSA, ministra a palestra “Práticas no Campo”, mostrando soluções de gestão integradas a propriedade rural baseadas no conhecimento técnico, com foco em geração de resultados e sustentabilidade.

    O Imaflora, representado por Ciniro Costa Junior, lança o estudo sobre como as boas práticas agropecuárias têm reduzido as emissões de gases de efeito estufa e aumentado à produção de carne na Amazônia. “A introdução de boas práticas agropecuárias pode dobrar a produção de carne com redução de 60% das emissões de GEE por quilograma de carne produzida”, aponta o especialista.

    Após o lançamento do estudo, os representantes do GTPS, McDonald’s, JBS, Imaflora, ICV e PECSA se reunirão para debater sobre o programa e esclarecer dúvidas dos presentes.

    Para o Diretor de Sustentabilidade da Arcos Dorados, Leonardo Lima, participar do Conselho Diretor do GTPS é uma satisfação e representa o compromisso da empresa na busca de uma pecuária sustentável. “Os resultados do relatório comprovam que estamos no caminho certo em apoiar o Projeto Novo Campo, iniciativa altamente inovadora e com excelentes resultados”, afirma.

    A JBS, como parceira do Programa, considera as práticas sustentáveis na pecuária um caminho fundamental para a cadeia produtiva de alimentos. “Acreditamos que é possível produzir carne de qualidade e de forma sustentável, e os resultados positivos do Programa Novo Campo traduzem essa realidade. Buscamos sempre relações com parceiros fortemente comprometidos com as questões socioambientais e programas como esse são inspiradores para o futuro da pecuária sustentável”, afirma Marcio Nappo, diretor de Sustentabilidade da JBS.

    Para encerrar, o GTPS apresenta seu balanço anual de atividades e as perspectivas de trabalho para 2017. “Públicos altamente qualificados e atuantes na área estarão presentes nesse encontro, o que fomentará um ótimo debate sobre os desafios do segmento para o futuro. Esta é mais uma oportunidade de cumprirmos com o papel do GTPS em disseminar as práticas sustentáveis na pecuária”, assegura Francisco Beduschi.

    Confirme a sua participação pelo e-mail: inscricoes@gtps.org.br

    Serviço:

    Seminário GTPS: “Como práticas agropecuárias sustentáveis reduzem as emissões de gases de efeito estufa (GEE) e aumentam a produção de carne na Amazônia”

    Data: 7 de dezembro

    Horário: 8h30 às 12h

    Local: McDonald’s University – Alameda Amazonas, n° 113 – Alphaville Industrial, São Paulo-SP

     Sobre o GTPS

    O Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS) é a primeira mesa redonda mundial sobre práticas sustentáveis na cadeia da carne bovina e referência para países como Argentina, Uruguai, México e Austrália. É formado por representantes de diferentes segmentos que integram a cadeia de valor da pecuária bovina no Brasil, entre eles indústrias, organizações do setor, produtores e associações, varejistas, fornecedores de insumos, bancos, organizações da sociedade civil, centros de pesquisa e universidades. O objetivo do GT é debater e formular, de maneira transparente, princípios, práticas e padrões comuns a serem adotados pelo setor, que contribuam para o desenvolvimento sustentável da atividade pecuária, trazendo mecanismos para que ela seja socialmente justa, ambientalmente correta e economicamente viável.

    Fonte: GTPS / alfapress

  • Projeto Campos do Araguaia busca adequação ambiental em propriedades do MT

  • O projeto irá apoiar a intensificação e restaurar de 130 mil hectares de pastagens no Médio Araguaia/MT. Serão realizadas adequação ambiental e intensificação sustentável em 50 propriedades rurais em

    + leia mais
  • Rally da Pecuária 2017 vai a campo em cenário de maior oferta

  • Produtores mais tecnificados tendem a manter ou até aumentar a rentabilidade apesar da queda nos preços

    + leia mais
  • iLPF proporciona estabilidade da oferta de forragem na propriedade leiteira

  • A região de Unaí, no Noroeste de Minas Gerais, é uma das principais bacias leiteiras do estado. Além do período da seca, a forte influência de veranicos e as altas temperaturas durante as águas são um

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (1)



  • JimmiXzSq
  • HWPRbt http://www.LnAJ7K8QSpkiStk3sLL0hQP6MO2wQ8gO.com

    Postado: 19/05/2017 15:27:00

    Criação de sites