• Nutrição
  • Matsuda lança sementes exclusivas para ILP e ILPF

    01/02/2018
    Com nova tecnologia de incrustação, inovação trazida pela série Gold Star possibilita seu uso na terceira caixa, durante o plantio no sistema de ILP e ILPF.

    O grupo Matsuda lançou em 2008 as sementes incrustadas Série Gold, a 1º geração, uma tecnologia diferenciada de incrustação de sementes que é sucesso no Brasil e no exterior, e foi em parceria com a Incotec, empresa líder no setor de tratamento de sementes, que desenvolvemos a incrustação de sementes de forrageiras, utilizando a mesma tecnologia das hortaliças, florestais, tabaco e ornamentais. Elas são recomendadas para produtores exigentes, que utilizam alta tecnologia em sua propriedade e querem ter mais garantias no estabelecimento de pastagens. São recomendadas ainda para o plantio a lanço e aéreo, pois diminui os problemas de derivas por ventos. Até então tem sido muito utilizada em áreas de ILP, Integração Lavoura Pecuária e ILPF, Integração Lavoura Pecuária Floresta com as vantagens de estarem livres de nematoides e apresentarem melhor plantabilidade, além da melhor ação dos fungicidas.

    Agora o Grupo Matsuda inova mais uma vez e apresenta ao mercado as sementes incrustadas série Gold Star, a segunda geração de sementes incrustadas, com revestimento mais flexível. A inovação trazida pela série Gold Star possibilita seu uso na terceira caixa, durante o plantio no sistema de ILP e ILPF. Este lançamento, resultado de estudos e processos de alta tecnologia, atende à demanda dos produtores rurais e facilita o plantio.

    Segundo o engenheiro agrônomo Pedro Henrique Lopes Lorençoni, responsável pelo Laboratório de Análise de Sementes do Grupo Matsuda, há tempos a empresa vem trabalhando para desenvolver essa nova tecnologia que apresenta melhor fluidez nos equipamentos e menor índice de perdas durante o plantio, facilitando de maneira significativa a regulagem de equipamentos de plantio. Assim, as sementes da série Gold Star apresentam a tecnologia de revestimento ideal para aplicações em sistemas de ILP e/ou ILPF. As Sementes Série Gold Star apresentam revestimento mais liso e mais resistente, o que proporciona melhor fluidez e melhor plantabilidade.

    Da parceria entre o Grupo Matsuda e a empresa Incotec, originou-se também esta nova tecnologia, as sementes Série Gold Star. Lorençoni explica que essas sementes recebem o mesmo tratamento químico que as incrustadas da Série Gold da primeira geração, com fungicidas e/ou inseticidas (opcional), mas são revestidas com um novo material que absorve os impactos com maior flexibilidade.

    Testes de campo com as sementes Gold Star em sistema ILP

    Testes de campo

    Para garantir a eficiência a campo das novas sementes, o engenheiro agrônomo Luiz Paulo Ferrari, do Departamento Técnico Matsuda acompanhou uma série de testes experimentais a campo nos municípios de Colorado e Wenceslau Brás no Paraná, e em Presidente Bernardes-SP, com resultados, segundo ele, bastante satisfatórios. Ferrari ressalta que o lançamento das sementes Gold Star representa uma “inovação no mercado de sementes, uma nova e excelente alternativa para o mercado de ILP e ILPF”. O técnico explica ainda que o grande objetivo dessa nova série “é disponibilizar ao produtor, uma semente que absorve melhor os impactos e proporciona boa plantabilidade”.

    Ainda segundo ele, “com esta tecnologia Série Gold Star, não existem restrições de equipamentos para o plantio”, com este lançamento, o Grupo Matsuda atende o produtor com sementes de forrageiras ideais para agricultura. Para Ferrari, “É uma semente perfeita para qualquer tipo de plantio, seja ele na linha, no plantio a lanço ou na terceira caixa”.

    Fonte: Matsuda / TaxiBlue Comunicação Estratégica



  • A vez delas também na pecuária

  • Estamos falando das fêmeas bovinas como fiel da balança na hora de melhorar a rentabilidade do negócio. Na cobertura a campo, predominante na pecuária nacional, produzem em média 28 filhotes por ano,

    + leia mais
  • Uma nova revolução

  • Eficiência alimentar passa a ser grande preocupação dos principais selecionadores de bovinos do País. A característica promete conferir maior competitividade à produção de carne vermelha.

    + leia mais
  • Pecuária competitiva é quebra de paradigma

  • Nada de fórmulas milagrosas. Tudo é trabalho, transpiração, interpretação de números e fatos, além de contínuo aprimoramento pessoal como empreendedor.

    + leia mais
  • Temple Grandin: Práticas de bem-estar animal traz vantagens para o gado e para o pecuarista

  • Pesquisadora norte-americana Temple Grandin está no Brasil e fala sobre a preocupação com o bem estar animal e sua importância para obter-se mais produtividade na fazenda. Ela é uma das maiores autori

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites