• Nutrição
  • Parceria prevê fornecimento de animais para pesquisa em iLPF.

    04/12/2014
    Parceria em pesquisa trará informações sobre pecuária sustentável em Mato Grosso, pelo sistema silvopastoril.

    Foi assinado no início de dezembro um contrato de parceria entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Associação dos Criadores do Norte de Mato Grosso (Acrinorte) para o fornecimento de animais para pesquisas com sistemas integrados de produção na Embrapa Agrossilvipastoril, em Sinop (MT).

    Pelo acordo, a associação se comprometerá a fornecer 300 animais da raça nelore que farão parte dos experimentos. Parte deles ficará em áreas com sistema silvipastoril, onde a pastagem é consorciada com árvores, gerando sombra para os animais. Outra parte ficará em área de integração lavoura-pecuária, onde há o aporte de nutrientes da lavoura para a pastagem. O restante do gado ficará em um sistema de pecuária exclusiva, semelhante às condições mais comuns da pecuária em Mato Grosso.

    O objetivo deste trabalho é avaliar a diferença entre ganho de peso dos animais em diferentes sistemas, o comportamento animal, a interferência do conforto térmico, se há variação na incidência de parasitas e doenças, o desempenho da pastagem em cada área, entre outras questões.

    "Esse trabalho vai permitir que a gente consiga estudar e verificar o ganho que se tem trabalhando com sistemas integrados. Esta parceria vai permitir a geração de dados aqui de Mato Grosso sobre esta atividade que é tão importante para a economia do estado", avalia o chefe-geral da Embrapa Agrossilvipastoril, João Flávio Veloso Silva.

    Durante as pesquisas, os animais serão pesados a cada 30 ou 40 dias para que sejam feitas as avaliações. Após o ciclo de 18 a 24 meses, os bois serão destinados ao abate. Neste processo, os pecuaristas associados poderão acompanhar o desempenho dos animais no sistema, o que contribuirá para o processo de transferência e divulgação de tecnologias.

    "É muito importante a gente poder participar dentro da Embrapa, pela empresa que é e pelo conceito que tem a nível nacional. Por isso fizemos a parceria para procurar desenvolver o que tem de melhor nas diversas raças. Hoje começamos com a parceria com o nelore, mas no futuro podemos trabalhar com outras raças e em outros caminhos, como qualidade de carne, acabamento de carcaça, entre outros", afirma o presidente da Acrinorte, Invaldo Weiss.

    Efeito estufa

    Outra pesquisa que será desenvolvida com estes animais será a mensuração das emissões de metano por fermentação entérica. Para isso será usado um equipamento de ponta chamado Green Feed. Ele funciona como um cocho, que mede as emissões dos bovinos enquanto eles se alimentam, sem a necessidade de intervenções nos animais. No Brasil somente a Embrapa Agrossilvipastoril, Embrapa Pecuária Sudeste e Universidade Federal de Viçosa possuem este instrumento.

    Desta forma, a pesquisa indicará fatores de emissão de metano na pecuária com dados locais, o que tornará mais claro a participação da atividade nas emissões de gases de efeito estufa. Além disso, as informações serão relacionadas às emissões do solo e ao sequestro de carbono feito pela pastagem, pela lavoura e pelas árvores nos sistemas integrados. Assim será possível obter o balanço de carbono total dos sistemas integrados, comparando-o ao balanço dos sistemas exclusivos, ou de monocultivo. Com isso será possível indicar sistemas e tecnologias mais sustentáveis, auxiliando as políticas nacionais para uma produção agropecuária de baixa emissão de carbono.

     Fonte: Embrapa Agrossilvipastoril 

     


  • Suplementação mineral é essencial para rebanho, mas exige medida específica

  • Não existe receita de sucesso e é preciso fazer análise real de cada caso

    + leia mais
  • A vez delas também na pecuária

  • Estamos falando das fêmeas bovinas como fiel da balança na hora de melhorar a rentabilidade do negócio. Na cobertura a campo, predominante na pecuária nacional, produzem em média 28 filhotes por ano,

    + leia mais
  • Uma nova revolução

  • Eficiência alimentar passa a ser grande preocupação dos principais selecionadores de bovinos do País. A característica promete conferir maior competitividade à produção de carne vermelha.

    + leia mais
  • Genética no tempo, sem artificialismos

  • Respeitando a fixação de características no rebanho ao longo do tempo sem quaisquer maquiagens nas informações observadas e coletadas no campo.

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites