• Nutrição
  • Pastejo rotacionado: intensificando a produção por área

    22/05/2014
    No Brasil, aproximadamente 180 milhões de hectares são ocupados por pastagens. Mas, em contrapartida, mais da metade dessas pastagens apresentam algum estágio de degradação, boa parte avançado. Uma das alternativas para que o produtor rural consiga reverter essa situação, é o pastejo de lotação rotativa, também conhecido como pastejo rotacionado.

    Pedro Henrique Lorençoni*

    Esse sistema permite que se intensifique a produção por área, tornando a atividade pecuária (produção de carne ou leite), tão rentável quanta as atividades agrícolas. Para isso usa-se a técnica de dividir a área de pastagem em piquetes de menor tamanho (que depende da espécie/cultivar de capim que está implantada ou vai se implantar e da quantidadede animais que irá pastejar essa área). Utilizando-se dessa técnica, o produtor consegue aproveitar melhor a forragem produzida (diminui as perdas), que propicia ter mais animais por área, aumentando a produção por hectare. Além disso, o sistema rotacionado permite oferecer aos animais uma forragem de melhor qualidade (ponto ideal de entrada dos animais para pastejar a forragem – onde os picos de qualidade e produtividade se encontram em equilíbrio).

    Não há um calendário definido de quando deva ser feito o planejamento para implantar um sistema de pastejo rotacionado, como se tem para plantar soja ou milho, que se não for feito até tal data corre-se o risco de não produzir ou de redução drástica da produção. O produtor deverá optar em trabalhar com sistema rotacionado quando ele verificar que precisa aproveitar melhor a forragem produzida e aumentar a produção animal por área. Antes, porém, é necessário fazer um planejamento para instalar o sistema rotacionado. O produtor deverá atentar para análise do solo, prepará-lo para eliminar a espécie anterior (geralmente essa etapa é realizada no período mais seco do ano, pois facilita a erradicação) e dar condições para o desenvolvimento da nova espécie. De posse do resultado da análise do solo, efetuar sua correção (calagem), escolher a espécie/cultivar de forrageira que mais se adequara à sua realidade, escolher o adubo de plantio, efetuar o plantio com equipamento adequado, escolher adubo de manutenção, instalação das cercas, praça de alimentação (aguada, cocho, sombra), etc...

    Escolhendo a área

    Quando se decide implantar o sistema de pastejo rotacionado partindo do ponto inicial (com implantação de pastagem nova), é indicada a utilização de área da propriedade com maior grau de degradação, que está produzindo pouco volume de forragem e com baixa qualidade. Quando apenas quer dividir uma área maior em áreas menores (piquetes) para diminuir as perdas de forragem produzida, deve escolher as áreas com maior produtividade.

    Como nesse sistema se busca alta produção/aproveitamento da forragem por área, devemos sempre utilizar as espécies/cultivares mais produtivas, respeitando sempre o sistema de manejo (principalmente em adubação) que será utilizado pelo produtor. Além disso, é importante verificar se a espécie/cultivar escolhida está adaptada às condições edafoclimáticas da região.

    O tamanho de cada piquete será determinado pela quantidade de animal que se pretende manter em cada um deles por determinado período de tempo (número de dias/piquete), associado a produção de forragem do piquete (kg MS/ha). Importante observar que, quanto mais produtivo for a espécie/cultivar forrageira, e o nível de adubação empregada, maior será a lotação.

    Entrada e saída dos animais

    A altura de entrada e saída dos piquetes depende de cada espécie/cultivar, já que cada uma tem período distinto. Para a Mombaça, por exemplo, a altura de entrada deve estar entre 80-90 cm e, de saída, entre 35-45 cm e um período de descanso variando entre 28-35 dias. O período de ocupação vai depender do número de piquetes existentes. Se a propriedade tem, por exemplo, 29 piquetes e o período de descanso for 28 dias, isso quer dizer que os animais poderão ficar apenas 01 dia em cada piquete. 

    Entretanto, o período ideal de ocupação é aquele em que o animal tenha oferta de forragem em quantidade e qualidade adequada e, no momento em que sair do piquete, exista um residual de folhas suficiente para que a planta rebrote rapidamente.

    Portanto, é sempre bom respeitar a altura de saída dos animais para cada espécie/cultivar, sempre deixando um resíduo foliar para que a planta consiga rebrotar rapidamente sem utilizar as reservas das raízes. Isso ajuda a evitar que haja degradação das pastagens. Lembrando ainda que há necessidade de se repor através de adubação os nutrientes retirados pelas plantas. Mais importante que a lotação é a pressão de pastejo, que deve respeitar a quantidade de forragem disponível por unidade de peso vivo animal.

    É importante sempre ressaltar que a diferença no manejo em piquetes para gado adulto, novilhas e bezerros é somente quanto à quantidade de animais a ser colocado por área, pois essas categorias têm peso corporal e necessidades diferentes e, consequentemente, consomem quantidades diferentes de matéria seca por dia. Ou seja, exercem pressão de pastejo diferente.

    *Pedro Henrique Lorençoni é engenheiro agrônomo, do Departamento Técnico de Sementes do Grupo Matsuda.

     
  • Inseminação artificial ajuda a difundir trabalho genético na pecuária

  • Segundo dirigente da Conexão Delta G, ferramenta permite utilização de tecnologias para melhoramento dos rebanhos.

    + leia mais
  • A hora e a vez de emprenhar as vacas

  • *Por Marisa Rodrigues, especial de São Paulo

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (9)



  • johnanz
  • ENyWHU http://waldorfdollshop.us/ waldorf doll

    Postado: 09/01/2021 13:17:00

  • dobson
  • d4Ed5f https://writemyessayforme.web.fc2.com/octavio-paz-essay-day-of-the-dead.html

    Postado: 09/01/2021 08:59:00

  • dobson
  • VKDMjg https://writemyessayforme.web.fc2.com/#writemyessay

    Postado: 15/12/2020 02:46:00

  • dobson
  • fcV0aT https://writemyessayforme.web.fc2.com/

    Postado: 13/12/2020 01:47:00

  • johnan
  • AZsbWl http://xnxx.in.net/ xnxx videos

    Postado: 12/12/2020 21:12:00

  • dobson
  • ytMHFt https://www.quora.com/What-the-top-SEO-keywords-for-essay-you-know/answer/Alan-Smith-1772 write my essay

    Postado: 03/12/2020 22:12:00

  • johnanx
  • dpCcS4 http://pills2sale.com/ viagra cialis buy

    Postado: 01/11/2020 17:44:00

  • dobsonz
  • ZQGnqR http://pills2sale.com/ levitra nizagara

    Postado: 18/10/2020 14:50:00

  • joao carlos fernandes
  • Muito boa as colocações , é de boa informação para os iniciantes e complemento para os que estão no mercado, e quem não melhorar o manejo com o gado vai ficar para traz.

    Postado: 15/11/2015 09:55:00

    Criação de sites