• Raça
  • Produção de carne com Selo Nelore Natural cresce em ritmo acelerado no Grupo Marfrig

    13/06/2016
    No mês de maio, produção chegou a quase 150 toneladas. Maior parte do volume é produzido na unidade de Bataguassu/MS

    Os últimos números referentes a produção de carnes com o selo Nelore Natural, embaladas pelo Grupo Marfrig, indicam um crescimento surpreendente em relação ao ano passado. A taxa de aumento mensal tem sido acima de dois dígitos em 2016. Somente no mês de maio, foram embaladas cerca de 147 toneladas, volume 13% superior ao registrado em abril. No acumulado do ano, já foram produzidas quase 600 toneladas de carne com a marca do Programa Qualidade Nelore Natural (PQNN), volume 750% maior do que o do mesmo período de 2015.

    O volume é resultado dos abates realizados nas unidades de Bataguassu, no Mato Grosso do Sul, e Chupinguaia, em Rondônia. Em breve, mais unidades do Grupo Marfrig também vão embalar a carne com o Selo Nelore Natural.

    "Estamos muito satisfeitos com os resultados. A demanda é crescente e esperamos superar as 200 toneladas/mês num curto prazo", afirma Andre Locateli, gerente executivo da ACNB.

    A rotina de produção da carne com o selo na unidade de Rondônia é recente, e deve ser ampliada. Lotes experimentais estão sendo produzidos em Paranatinga/MT e, futuramente, poderá também produzir carne Nelore Natural.  Vale lembrar, que no total seis unidades do Grupo Marfrig, nos estados de GO, MS, MT, RO e SP, fazem parte do PQNN, premiando os neloristas que participam do Programa, com até 3% sobre o valor da arroba.

    "A produção está crescendo na medida em que aumenta a demanda, crescente com a expansão dos pontos de vendas no varejo", Guilherme Alves, afirma o gerente de produto da ACNB.

    Para participar do Programa de Qualidade Nelore Natural (PQNN), que conta com a DSM-Tortuga como parceiro global, basta ser associado ativo da ACNB e aderir ao Protocolo de Rastreabilidade de Adesão Voluntária gerido pela Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). O protocolo está disponível no link: http://www.canaldoprodutor.com.br/protocolo-nelore-natural

      Programa de Qualidade Nelore Natural (PQNN)

    As bases do Programa de Qualidade Nelore Natural (PQNN) começaram a ser lançadas em 1999, com o objetivo de valorizar e divulgar a raça através do lançamento e do posicionamento da marca Nelore como a principal marca de carne no Brasil. A partir daí iniciaram-se a promoção dos abates técnicos e avaliações de carcaças. O PQNN é um conjunto de normas e procedimentos para garantir o padrão de carcaças bovinas, sistemas de cria, sistemas de engorda e reprodutores da raça Nelore. O PQNN opera em parceria com o Frigorífico Marfrig, em cinco estados: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e São Paulo. As unidades que fazem abates dentro do programa, são: Rio Verde, Batagassu, Paranatinga, Tangará da Serra, Chupinguaia e Promissão.

    Outras informações sobre o PQNN estão disponíveis no site da Nelore do Brasil: http://www.nelore.org.br/NeloreNatural   

    Fonte: ACNB

     



  • Pecuária competitiva é quebra de paradigma

  • Nada de fórmulas milagrosas. Tudo é trabalho, transpiração, interpretação de números e fatos, além de contínuo aprimoramento pessoal como empreendedor.

    + leia mais
  • Sucesso pressupõe trabalho além das porteiras

  • Projeto se constrói com muita gestão e espírito corporativo. Aos poucos ganha a condição de referência e vai rapidamente se expandindo levando toda uma cadeia produtiva.

    + leia mais
  • Temple Grandin: Práticas de bem-estar animal traz vantagens para o gado e para o pecuarista

  • Pesquisadora norte-americana Temple Grandin está no Brasil e fala sobre a preocupação com o bem estar animal e sua importância para obter-se mais produtividade na fazenda. Ela é uma das maiores autori

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites