• Conjuntura
  • Profissionalizar a gestão da fazenda é uma das necessidades do setor produtivo

    11/07/2016
    A profissionalização da gestão das propriedades rurais é considerada uma das necessidades do setor produtivo brasileiro, principalmente diante a conjuntura econômica vivida pelo país.

    A troca de experiências entre produtores e empresas empreendedoras é uma das oportunidades inclusive para levar práticas de gestão para ajudar na evolução do agronegócio.

    A gestão nas propriedades é o principal ponto de discussão do Circuito RedeAgro, realizado em Cuiabá, no último dia 07. A RedeAgro é uma aliança estratégica idealizada por grandes empresas do agronegócio - Prodap, Dow AgroSciences, John Deere, TOTVS, Valley, em parceria com a Fundação Dom Cabral. É a primeira vez que o Circuito é realizado fora do eixo São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

    A vinda do evento para Mato Grosso foi intermediada pelo Fundo de Apoio ao Desenvolvimento da Bovinocultura (FABOV). Segundo o presidente do FABOV, Jorge Pires de Miranda, ao participar de um dos Circuitos da RedeAgro ele teve a impressão que além de conhecimento e boas práticas a troca de informações entre produtor e empreendedores é um fundamental.

    “Uma das preocupações do FABOV e da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) é levar informação aos produtores. Esse foi um dos intuitos que nos levou a trazer o RedeAgro para Cuiabá”, comenta Jorge Pires de Miranda.

    Uma das maiores necessidades das propriedades rurais, explica o diretor comercial da Prodap, Bernardo dos Reis, é a profissionalização da gestão das mesmas.

    De acordo com o diretor de Planejamento Estratégico da John Deere, João Pontes, a RedeAgro dissemina conhecimento. “O agronegócio tem muito a ganhar com a convivência constante da agricultura e pecuária. É uma oportunidade de trazer praticas da agricultura para a pecuária, bem como práticas de gestão para o mundo do agronegócio para ajudá-lo a evoluir”, pontua ao esclarecer os motivos de empresas voltadas para a agricultura, como a própria John Deere, participarem de um evento voltado para a pecuária.

    Integração Lavoura-Pecuária

    O Sistema de Integração Lavoura-Pecuária (iLP) é um exemplo de ganho de agregação de valores que a união da pecuária e a agricultura podem trazer. Mato Grosso, conforme o presidente do FABOV, Jorge Pires de Miranda, possui aproximadamente 20 milhões de hectares com pecuária, dos quais cerca de 14 milhões de hectares são de áreas degradadas. Ele comenta que dentro destes 14 milhões de hectares estão aptos para a agricultura 9 milhões de hectares por meio da Integração Lavoura-Pecuária.

    “Essa integração agrega mais valor para o setor e ainda traz uma valorização imobiliária da propriedade. A agricultura não é um bicho de sete cabeças”, salienta Pires que há cinco anos integra lavoura e pecuária. Ele revela que apesar do alto custo de investimento no primeiro ano há retorno com ganhos de produtividade. No primeiro ano de integração Pires comenta ter transformado 1,5 mil hectares de pastagem em área para a agricultura. Para a safra 2016/2017 projeta plantar 8 mil hectares.

    Fonte: Agro Olhar / Foto: Viviane Petroli



  • Por uma nova pecuária brasileira

  • O livro Carne e Osso lançado em 2015 pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne traz um relato inédito sobre as origens e a evolução da indústria da carne brasileira, a reboque da

    + leia mais
  • Agro tem papel de destaque na preservação ambiental

  • Cálculos do Grupo de Inteligência Territorial Estratégica (Gite) da Embrapa, a partir das análises de dados geocodificados do Cadastro Ambiental Rural (CAR), mostram significativa participação da agri

    + leia mais
  • iLPF proporciona estabilidade da oferta de forragem na propriedade leiteira

  • A região de Unaí, no Noroeste de Minas Gerais, é uma das principais bacias leiteiras do estado. Além do período da seca, a forte influência de veranicos e as altas temperaturas durante as águas são um

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites