• Nutrição
  • Sementes forrageiras próprias para ILPS potencializam produtividade

    24/08/2017
    As técnicas recomendadas pelo sistema de Integração Lavoura-Pecuária-Silvicultura (ILPS) estimulam a recuperação de áreas degradadas e potencializam a produtividade animal e vegetal.

    O plantio de lavouras é uma alternativa para recuperar áreas e ainda reduzir os custos ao pecuarista. Segundo o agrônomo do Departamento Técnico de Sementes do Grupo Matsuda, Luciano Lara, ao se utilizar do sistema ILPS, “o produtor está empregando uma tecnologia que funciona como um resgate das condições químicas e físicas do solo, sendo uma das melhores opções para a recuperação de áreas degradadas, com extrema eficiência. Ao integrar seu pasto com a lavoura, ocorrerá gradativamente, aumento da fertilidade, base para melhorar a produção da forragem”.

    O técnico explica, também, que “em diversas regiões do Brasil, é comum ocorrer, na época de semeadura, condições adversas, combinadas de alta temperatura e baixa umidade, prejudiciais a sementes recém aplicadas no solo e sua germinação, o que leva as ervas daninhas germinarem mais rápido. O uso de sementes incrustadas próprias para o sistema ILPS soluciona essa questão e evita perdas, pois a germinação é rápida, competindo melhor com as invasoras”.

    Lara destaca que, quando se aproximar a época de plantio de forrageiras, a partir de setembro, “o produtor pode se utilizar do sistema ILPS, quando estará empregando uma tecnologia que funciona como um resgate natural da pastagem, sendo uma das melhores opções para a recuperação de áreas degradadas, com extrema eficiência., focando as vantagens de se utilizar sementes adequadas para o sistema”.

    Fonte: Matsuda / Taxi Blue



  • Mato Grosso recebe técnicos do Rally da Safra para avaliar lavouras de soja de ciclo médio e tardio

  • Região Leste sofreu atraso no plantio, mas expectativa é de bom desempenho

    + leia mais
  • Produtividade de fazenda amenta em 71% com ajuda da irrigação

  • Propriedade localizada em Balsas, no Maranhão, foi a primeira no Estado a construir poço tubular de alta vazão que proporcionou utilizar os pivôs centrais

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites