• Nutrição
  • Tecnologia garante resultados positivos na terminação a pasto durante o ano todo

    30/07/2018
    Protocolo Termina-Fácil da Connan registrou cinco arrobas de diferença em experimento com a APTA-Colina

    Termina Fácil na Embrapa Pecuária - Campo Grande. Foto: Divulgação

    A terminação é o período que antecede ao abate e é uma das fases mais importantes na cadeia produtiva, já que é a etapa que determina a qualidade e o peso da carcaça. Neste período o animal deve atingir um peso ideal, depositando um percentual mínimo de gordura para uma boa comercialização com o frigorífico.

    Buscando as melhores estratégias para alcançar resultados positivos na terminação, os produtores apostam no uso da suplementação em semiconfinamento. Para isso, é necessário aliar o pasto como ferramenta de engorda com o uso de suplementação. “É aí que mora o desafio, pois o produtor se depara com as dificuldades da seca, quando o pasto não é mais atrativo”, explica o médico veterinário, gerente técnico e de marketing da Connan, Marcio Bonin.

    Visando oferecer ao produtor uma ferramenta que garanta bons resultados em terminação durante todo o ano, a Connan, uma das maiores indústrias de nutrição animal do Brasil, oferece ao mercado o protocolo “Termina-Fácil”, um concentrado para formulação de rações para bovinos de corte em semiconfinamento.

    “O produto é um divisor de águas na terminação a pasto. Com ele o pecuarista pode manter a estratégia o ano todo, oferecendo liberdade para se programar quanto aos resultados no rebanho”, afirma Bonin.

    Cinco arrobas a mais em experimento da APTA

    Em experimento promovido em parceria com a Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) de Colina (SP), o protocolo “Termina-Fácil” ofereceu resultados muito positivos, com grande diferença no peso e acabamento de carcaça

    No experimento foram acompanhados dois lotes de animais com peso de 480 kg por 90 dias, sendo um alimentado em semiconfinamento tradicional (0,5%PV) e o outro com o protocolo do Termina-Fácil. “Ao final de 90 dias de experimento, contabilizamos cinco arrobas de diferença entre as carcaças, resultado que oferece ganhos e lucratividade ao produtor”, destaca Bonin.

    O protocolo prevê o uso do produto misturado ao milho ou outro farelo energético na alimentação a pasto. “É uma tecnologia segura que tem como base o pasto. Com esse produto, o pecuarista pode programar a terminação para qualquer fase do ano e também utilizá-lo em vacas vazias, as quais, após o desmame, ficam na propriedade aguardando o próximo período de águas para serem abatidas”, finaliza.

    Resultados positivos

    O pecuarista Wilander Roger Norberto, da Fazenda São Bento II, localizada em Juína (MT), faz cria, recria e engorda, num rebanho de 2,5 mil animais. Ele relata que conheceu o protocolo por meio de um representante da Connan, que lhe propôs o desafio de melhorar sua produtividade. “Estamos obtendo ótimos resultados, inclusive conseguimos atingir o ganho de 1@ em apenas 18 dias. Atualmente, usamos na propriedade em todo o sistema de engorda, inclusive no período de pré-confinamento”, enfatiza.

    Este é o segundo ano que o rebanho de 2.540 animais das Fazendas Vale da Serra e Serra do Ouro, em Pimenta Bueno (RO), é suplementado com o “Termina-Fácil”. Segundo o gerente Renato Notário Cruz, o produto melhora não somente o escore corporal dos animais, mas a atividade pecuária como um todo. “O nosso confinamento a pasto tem aumentado a capacidade da fazenda, pois temos conseguido aumentar a taxa de lotação, sem perder eficiência”, relata.

    Para o produtor Valdecir José Melaré Junior, de Boituva (SP), que atua com sistema de semiconfinamento, o “Termina-Fácil” foi a solução para a engorda do rebanho. “Comprávamos ração de inúmeras marcas e lugares diferentes e não tínhamos um resultado positivo. Já são três anos que utilizamos o ‘Termina-Fácil’ e estamos muito satisfeitos com o resultado”, afirma.

    Sobre a Connan

    Com sede em Boituva (SP) e filiais em Campo Verde (MT) e São Gabriel D’Oeste (MS), a Connan – Geração de Resultados iniciou suas atividades em 2004 e tem como principais acionistas os engenheiros agrônomos Fernando Penteado Cardoso Filho e Eduardo Penteado Cardoso, membros da família fundadora da empresa MANAH, do famoso slogan “Com MANAH adubando dá”, criado pelo patriarca Dr. Fernando Penteado Cardoso. Os dois irmãos, e sócios, também são detentores da patente Nelore Lemgruber, desenvolvendo e expandindo a genética na Fazenda Mundo Novo.

    Com uma linha composta por 79 produtos e mais de 150 representantes comerciais, a Connan é a única empresa nacional a produzir o próprio fosfato bicálcico, o que lhe confere grande diferencial competitivo e garantia de qualidade dos produtos.

    Fonte: Connan / Attuale



  • Pecuária competitiva é quebra de paradigma

  • Nada de fórmulas milagrosas. Tudo é trabalho, transpiração, interpretação de números e fatos, além de contínuo aprimoramento pessoal como empreendedor.

    + leia mais
  • Sucesso pressupõe trabalho além das porteiras

  • Projeto se constrói com muita gestão e espírito corporativo. Aos poucos ganha a condição de referência e vai rapidamente se expandindo levando toda uma cadeia produtiva.

    + leia mais
  • Temple Grandin: Práticas de bem-estar animal traz vantagens para o gado e para o pecuarista

  • Pesquisadora norte-americana Temple Grandin está no Brasil e fala sobre a preocupação com o bem estar animal e sua importância para obter-se mais produtividade na fazenda. Ela é uma das maiores autori

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites