• Genética
  • Touros Jovens: investimentos corretos e retorno garantido

    26/09/2016
    Durante as caminhadas Brasil afora sempre me perguntam qual o segredo para garantir aos pecuaristas touros provados e vencedores. E a reposta é simples: é preciso oferecer com qualidade a variabilidade genética.

    Rafael Oliveira*

    Mas isso requer investimentos. Ser líder do mercado não é mera coincidência. É preciso ter uma equipe altamente qualificada, ter um centro de coleta de sêmen moderno, estrutura de produção e coletar a maior bateria de touros do mercado.

    Mas escrevendo tudo isso até parece fácil. Só que o dia a dia não é. Exige trabalho e dedicação. Tudo que se é investido pode voltar em dobro e até mais. Na arte de desenvolver a pecuária, a comunicação anda meio esquecida. E não deveria já que a comunicação nos dias atuais é um fator importantíssimo para gerar novos negócios, fortalecer a marca e aproveitar as oportunidades, tanto na cidade como no campo. Por isso destaco como ponto forte a palavra relacionamento. É preciso fazer parceria com os mais renomados fornecedores de genética do Brasil. Ter criadores que investem pesado no melhoramento genético, sempre utilizando os melhores reprodutores dos principais sumários de touros.

    Podemos entrar no rebanho dos principais criadores do país e indicar um acasalamento que possa gerar um futuro reprodutor de central e, também, escolher os animais em destaque no intrarrebanho para compor na nossa bateria. O mercado de corte vive um momento de franca expansão e, para acompanhar esse crescimento, investimos pesado na contratação de touros, oferecendo sempre excelentes reprodutores para o mercado. Dentro do princípio do melhoramento genético, em que os filhos têm de ser melhores que os pais, investimos, cada vez mais, na contratação de touros jovens para oferecer pedigrees modernos e forte avaliação genética.

    Desde a criação do Programa Nacional de Avaliação de Touros (PNAT), realizado pela Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ), a Alta sempre foi a empresa que mais contratou tourinhos jovens dessa procedência. Um grande exemplo é o touro Logan do Digênio, destaque absoluto do PNAT 2015 e um dos tourinhos mais comentados na ExpoZebu 2016, pela sua genealogia, avaliação genética e conformação.

    Em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), apoiamos também a Avaliação de Touros Jovens (ATJ). Dessa parceria, temos o touro Barac da Santa Nice, líder para habilidade materna, sendo um dos mais utilizados para fazer base de rebanho.

    O investimento em touros jovens tem se mostrado perfeito, pois contratando o touro certo, ele se tornará um futuro líder de sumário. Prova disso é REM Armador, que entrou na central com apenas 23 meses e hoje é o líder do sumário da Associação Nacional dos Criadores e Produtores (ANCP), superando o próprio pai.

    Com isso, não há dúvidas de qual é o segredo. É trabalhar! Continuar buscando novos parceiros e fortalecendo ainda mais as relações já existentes com os principais selecionadores do Brasil. É ter metas, é reunir os melhores reprodutores para os principais sistemas de criação, consolidando cada vez mais a bateria.

    O sucesso se faz através de uma estrutura sólida e muito planejamento. Precisamos a cada dia estar mais consolidados, nunca cansar de atingir os melhores resultados. Avante, pecuaristas. Precisamos aprender a valorizar nossa atividade. A chave dos bons negócios está em nossas mãos.

    Sobre a Alta Genetics

    A Alta Genetics é líder no mercado de melhoramento genético bovino do mundo. Com matriz localizada em Calgary, no Canadá, atua em mais de 90 países com nove centrais de coleta: Brasil, Estados Unidos, Canadá, Argentina, Holanda e China. Com 20 anos de história no Brasil, a empresa está sediada na cidade de Uberaba/MG, e tem como missão orientar pecuaristas sobre a melhor maneira de usar a genética aliada ao manejo, nutrição, ambiente, gestão e todos os processos para garantir um animal com todo o seu potencial genético. O compromisso da Alta é criar valor, entregar o melhor resultado e construir confiança com seus clientes e parceiros, em busca do desenvolvimento da pecuária. Mais informações no website: http://www.altagenetics.com.br .

    *Rafael Oliveira, Médico Veterinário pela UNIUBE (Universidade de Uberaba), Pós-Graduado em Produção de Gado de Corte e Gestão em Agronegócio pela Rehagro (Recursos Humanos no Agronegócio), e Gerente de Produto Corte Zebu da Alta.

    Fonte: Alta / alfapress

     

  • Projeto Campos do Araguaia busca adequação ambiental em propriedades do MT

  • O projeto irá apoiar a intensificação e restaurar de 130 mil hectares de pastagens no Médio Araguaia/MT. Serão realizadas adequação ambiental e intensificação sustentável em 50 propriedades rurais em

    + leia mais
  • Rally da Pecuária 2017 vai a campo em cenário de maior oferta

  • Produtores mais tecnificados tendem a manter ou até aumentar a rentabilidade apesar da queda nos preços

    + leia mais
  • iLPF proporciona estabilidade da oferta de forragem na propriedade leiteira

  • A região de Unaí, no Noroeste de Minas Gerais, é uma das principais bacias leiteiras do estado. Além do período da seca, a forte influência de veranicos e as altas temperaturas durante as águas são um

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites