• Genética
  • Transferência de embriões gera animais mais produtivos

    29/01/2014
    Em busca de mais rentabilidade e qualidade nos negócios, produtores rurais têm apostado na Transferência de Embriões como biotecnologia ideal para a evolução da pecuária bovina.

    transferencia de embriões

     A técnica, já bastante difundida no Brasil, permite que o melhoramento genético seja efetuado com mais rapidez e eficiência a partir da disseminação do material coletado de uma fêmea superior. O procedimento consiste no estímulo à superovulação de uma fêmea doadora, permitindo que sejam coletados vários óvulos e a parti r daí sejam fecundados e implantados em fêmeas receptoras, que não terá participação genética alguma no descendente.

    Dessa forma, uma fêmea doadora, que por meio de monta natural geraria um único descendente por ano, pode dar origem a mais de 10 crias anuais sem a necessidade de gestação ou parto. Há dois anos, no Sítio dos Sonhos, em Cachoeiro de Itapemirim, o produtor rural Wesley Louzada trabalha no ramo e em sua propriedade investe no procedimento voltado para a pecuária de leite. Ele mantém um grupo de doadoras de alta genética da raça Gir Leiteiro e trabalha com o sêmen de touros de raça Holandesa para a geração do Girolando meio-sangue (F1).

    O Girolando é a melhor raça para se trabalhar no Brasil em termos de pecuária de leite, além de já representar 80% do rebanho leiteiro nacional. É bastante rústica e mais longeva, o que a torna mais produtiva, além de se adaptar bem ao clima tropical por se tratar da mistura de uma raça indiana com uma europeia?, defende o produtor. O produtor Louzada também comercializa embriões com sêmen de touros escolhidos de acordo com o pedido do cliente. Os serviços variam de R$ 1,2 mil reais a R$ 5 mil reais, dependendo dos animais e materiais utilizados.

    "Cada comprador deseja um animal para uma finalidade, seja para reprodução, exposição etc. A partir do pedido compramos o sêmen mais indicado e ele é unido aos óvulos das doadoras por meio da fecundação in vitro, medida economicamente mais viável. Depois enviamos os embriões aos clientes", explica Louzada.

    Fonte: Federação da Agricultura e Pecuária do Espírito Santo (Faes)



  • Cenário Econômico para o Comércio Exterior em 2020

  • O ano de 2019 não poderia ter uma notícia mais impactante para o Comércio Exterior: a “trégua” na discussão comercial acirrada entre EUA e CHINA.

    + leia mais
  • Rondônia bate o pé e não vai vacinar contra a febre aftosa

  • Entenda a decisão do governo de não esperar pelo Acre.

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites