• Notícias
  • Zootecnia de Precisão em foco no I Encontro de Zootecnistas do Estado de São Paulo

    08/05/2018
    A busca por sistemas produtivos cada vez mais eficientes e modernos gerou uma onda de avanços na agropecuária brasileira nos últimos anos.

    No centro dessas transformações está o profissional da Zootecnia, responsável pelo desenvolvimento e implantação de técnicas de gestão, produção e manejo, visando ao aumento da qualidade, do bem-estar animal e da produtividade no campo.

     Por meio da Zootecnia de Precisão, conjunto de tecnologias que aumenta os índices de produtividade, reduz perdas, otimiza a utilização dos recursos, melhora a qualidade de vida dos animais e contribui com a gestão das propriedades, o zootecnista tornou-se uma peça-chave para a expansão do agronegócio no País.

     Dada a sua importância, o tema "Zootecnia de Precisão" será um dos destaques no I Encontro de Zootecnistas do Estado de São Paulo, que será realizado no dia 18 de maio. O evento, promovido pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP), tem como objetivo debater sobre as novas áreas de atuação da Zootecnia, estimular a educação continuada e homenagear os profissionais pelo Dia do Zootecnista, comemorado em 13 de maio.

     "Levando em consideração que este ano comemoramos 50 anos da Lei 5.500/1968, que regulamenta a profissão no País, o evento organizado pelo Conselho mostra o reconhecimento da importância do nosso trabalho e o impacto dele para o agronegócio nacional" analisa a Profa. Dra. Thalita Cucki, zootecnista e uma das palestrantes convidadas pelo CRMV-SP.

     Para a zootecnista, a produção animal precisa ser interpretada de forma matemática e não subjetiva. "Como estamos falando de animais, modelos biológicos distintos mesmo dentro de uma mesma espécie, o uso de tecnologias pode nos amparar na condução dessa difícil tarefa e gerar diversas ações que agreguem valor à produção e garantam eficiência econômica."

     Os trabalhos na área de Zootecnia de Precisão também incluem sistemas que levam em conta as necessidades e o conforto dos animais. "A maior automação, por exemplo, é capaz de propiciar maior limpeza e cuidados sanitários mais eficientes, melhorando a qualidade do ambiente em que o animal se encontra" observa a Dra. Andrea Bueno Ribeiro, zootecnista coordenadora do Programa de Mestrado em Saúde Animal das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU).

     Técnicas e tecnologias para sistemas de produção eficientes

     A Zootecnia de Precisão impacta diretamente no papel do gestor, conforme explica a Profa. Dra. Ana Cláudia Ambiel, zootecnista integrante da Comissão Técnica de Ensino e Pesquisa da Zootecnia do CRMV-SP, presidente da Comissão Nacional de Educação em Zootecnia do CFMV e, também, palestrante do encontro. "Para atuar com esse sistema, o profissional deve estar preparado para interpretar informações e tomar decisões" esclarece.

     Com foco na geração de resultados e na gestão global da cadeia de produção, a Zootecnia de Precisão transforma a pecuária tradicional ao possibilitar uma produção animal inteligente, que alia técnicas eficazes a avançados recursos tecnológicos, para atender a uma demanda de mercado crescente e cada vez mais exigente. "É uma maneira de atender o 'todo', de forma 'individualizada', e garantir assim ganhos padronizados na produtividade", observa a zootecnista Thalita Cucki.

     Ela explica que a Zootecnia de Precisão tem por objetivo fornecer ao produtor meios de monitorar seu empreendimento de forma prática, estabelecendo os índices produtivos com base em informações mais precisas geradas pelo sistema.

     As tecnologias utilizadas vão de simples aplicativos e softwares a complexos sistemas de controle e automação. Como exemplos, a Profa. Dra. Thalita Cucki cita a utilização de sensores nos animais; os marcadores genéticos (seleção genômica); as tecnologias de captação de imagens; a rastreabilidade com uso de isótopos estáveis; os alimentadores automatizados e determinadores de consumo individualizados; o uso de equipamento para determinação e predição de composição de carcaça no animal vivo; as ordenhadeiras "robôs" para animais leiteiros.

     Implantação do sistema

     Para a implantação do sistema, cada propriedade deve ser analisada individualmente, considerando suas características e seus objetivos de negócio. Isso faz com que cada produtor possa aplicar essas tecnologias em diferentes níveis.

     "É fundamental a avaliação exata do que se espera da tecnologia a ser empregada, o quanto de fato ela conseguirá ser ajustada à realidade do cotidiano da propriedade e, o mais importante, a análise apurada e profunda dos dados coletados para posteriores ajustes nos manejos, sejam eles nutricionais, sanitários, de seleção genética ou de garantia de bem-estar", pondera a Profa. Dra. Thalita Cucki.

     Se considerarmos o potencial pecuário do Brasil e o crescimento da demanda por alimentos de origem animal, a Zootecnia de Precisão ainda tem muito a evoluir. "Setores produtivos eficientes são mundialmente competitivos, portanto, a escala de produção tem que aumentar, porém com eficiência e ênfase no mercado global. Sem tecnologias não atenderemos a essa demanda, esse é um caminho sem volta" conclui a zootecnista Thalita Cucki.

     Serviço - I Encontro de Zootecnistas do Estado de São Paulo
    Data: 18/05/2018
    Horário: 9h - 17h30
    Local: Auditório da sede do CRMV-SP
    Inscrições gratuitas pelo site www.crmvsp.gov.br

     Sobre o CRMV-SP

     O CRMV-SP tem como missão promover a Medicina Veterinária e a Zootecnia, por meio da orientação, normatização e fiscalização do exercício profissional em prol da saúde pública, animal e ambiental, zelando pela ética. É o órgão de fiscalização do exercício profissional dos médicos-veterinários e zootecnistas do Estado de São Paulo, com mais de 34 mil profissionais ativos. Além disso, assessora os governos da União, Estados e Municípios nos assuntos relacionados com as profissões por ele representadas.

    Fonte: CRMV-SP / Apex



  • Temple Grandin: Práticas de bem-estar animal traz vantagens para o gado e para o pecuarista

  • Pesquisadora norte-americana Temple Grandin está no Brasil e fala sobre a preocupação com o bem estar animal e sua importância para obter-se mais produtividade na fazenda. Ela é uma das maiores autori

    + leia mais
  • Planejamento estratégico é requisito para pasto produtivo

  • Pasto produtivo, no novo conceito de mercado, é fundamental para que o produtor sobreviva e tenha rentabilidade.

    + leia mais
  • Agro tem papel de destaque na preservação ambiental

  • Cálculos do Grupo de Inteligência Territorial Estratégica (Gite) da Embrapa, a partir das análises de dados geocodificados do Cadastro Ambiental Rural (CAR), mostram significativa participação da agri

    + leia mais
  • Por uma nova pecuária brasileira

  • O livro Carne e Osso lançado em 2015 pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne traz um relato inédito sobre as origens e a evolução da indústria da carne brasileira, a reboque da

    + leia mais


  • Escreva um comentário



  • *

    *
    *





  • Comentários (0)



  • Criação de sites