Transferência de embrião em tempo fixo é a chave para reduzir o intervalo entre as gerações

A tecnologia de Transferência de Embrião em Tempo Fixo, também conhecida por sua sigla, TEFT, tem se mostrado crucial para melhorar a genética dos rebanhos de corte e leite, auxiliando pecuaristas em todo o país a potencializar seus resultados. Assista ao vídeo abaixo e confira os detalhes desta técnica. Com foco na melhoria genética e na redução do intervalo entre gerações, essa inovação tem revolucionado a pecuária brasileira.

Novo protocolo antecipla ciclo reprodutivo de fêmeas bovinas de corte

A Embrapa apresenta ao setor produtivo o protocolo Embrapa +Precoce P14, para melhorar a eficiência reprodutiva de novilhas Nelore de 14 meses, precoces, sem prejudicar o desempenho produtivo. A precocidade é um dos mais importantes parâmetros de escolha para melhoria da qualidade da carne e de eficiência de sistemas de produção de bovinos de corte. Por potencializar os índices produtivos, aumenta a arroba produzida por hectare. A tecnologia foi apresentada durante a sexta edição do Simpósio Repronutri, nos dias 12 e 13 de setembro, em Campo Grande, MS. Além do aumento na taxa de prenhez, a adoção do P14 indica, como meta, alcance de peso corporal de no mínimo 260 kg no início da estação reprodutiva, e de cerca de 400 kg no parto. 

Tecnologia é capaz de prever rebanhos bovinos com carne de alta qualidade

O IRC mede o mérito econômico de reprodutores em relação à capacidade de produzir descendentes com carcaças de maior valor agregado.Para isso, é usado um modelo bioeconômico que relaciona informações sobre o crescimento dos animais e as medidas de qualidade da carcaça.O novo índice foi inserido no programa de melhoramento genético das raças Hereford e Braford, o PampaPlus.A expectativa é que impacte toda a cadeia com ganhos consideráveis, com a venda de animais, agregação de valor às matérias-primas e produtos de alto padrão para o consumidor.A tecnologia será lançada na 46ª edição da Expointer, que ocorre em Esteio, de 26 de agosto a 3 de setembro.

Nova avaliação genômica seleciona bovinos de corte para eficiência alimentar

Nova avaliação genômica prediz capacidade de progenitores da raça Angus transmitirem características relacionadas à eficiência alimentar a seus descendentes.Com ela, pecuaristas poderão introduzir nos rebanhos animais mais eficientes na conversão, em carne, dos alimentos que consomem.A novidade proporciona maior lucratividade aos criadores. Gastos com alimentação representam de 70% a 90% dos custos totais de produção no período de terminação dos animais.Para a geração do novo referencial de avaliação genômica, foram realizadas 22 provas de eficiência alimentar (PEA) e análise de dados de 589 animais da raça.A tecnologia foi lançada na 46ª edição da Expointer, em Esteio (RS), no último mês de setembro.

Pampa em Evolução mostrará o potencial da cadeia agropecuária do bioma Pampa

Dom Pedrito, a capital da tecnologia aplicada no campo, sediará, de 13 a 17 de junho, a primeira edição do “Pampa em Evolução – Conhecimento, Negócios e Sustentabilidade”. O evento, que é promovido pela Associação e Sindicato Rural, Associação dos Agricultores e prefeitura municipal de Dom Pedrito, será uma grande feira de negócios que mostrará o potencial da cadeia agropecuária gaúcha. O Pampa em Evolução tem ainda como apoiadores o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Serviço Brasileiro de Apo io às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul),