julho 23, 2024

Selo de qualidade e rastreabilidade da carne bovina ga√ļcha foram debatidos em reuni√£o

O status do Rio Grande do Sul de √°rea livre de aftosa sem vacina√ß√£o foi comunicado oficialmente durante a reuni√£o on-line da C√Ęmara Setorial da Pecu√°ria de Corte. O status do Rio Grande do Sul de √°rea livre de aftosa sem vacina√ß√£o foi comunicado oficialmente durante a reuni√£o on-line da C√Ęmara Setorial da Pecu√°ria de Corte. ‚ÄúFormalizamos a comunica√ß√£o oficial para a c√Ęmara setorial do novo status e informamos que estamos trabalhando para evoluir no projeto de rastreabilidade individual de bovinos‚ÄĚ, informa o m√©dico veterin√°rio e chefe da Divis√£o de Defesa Sanit√°ria Animal da Seapdr, Fernando Groff. O in√≠cio dos trabalhos do projeto de rastreabilidade da carne bovina no estado deve apoiar os processos de certifica√ß√£o sanit√°ria nos diversos programas sanit√°rios. ‚ÄúSer√° um projeto discutido com a cadeia produtiva, para que seja efetivo‚ÄĚ, declarou Groff. Outro assunto da reuni√£o foi o Selo de Reconhecimento Carne Premium Ga√ļcha, que tem o intuito de estimular, apoiar e valorizar a estrat√©gia de agrega√ß√£o de valor aos produtos. ‚ÄúO reconhecimento foi constru√≠do por um grupo de trabalho contendo, al√©m de representantes das secretarias, a participa√ß√£o da Aproccima, Apropampa, est√Ęncias ga√ļchas, Embrapa e UFSM‚ÄĚ, explicou o coordenador do Programa Produtos Premium, da Secretaria de Inova√ß√£o, Ci√™ncia e Tecnologia (SICT), Jonathan Vaz Martins Silva. ‚ÄúOs crit√©rios foram constru√≠dos tendo por base os seguintes princ√≠pios: bem-estar animal, sustentabilidade ambiental, seguran√ßa do alimento, rastreabilidade e transpar√™ncia, respeito √† cultura ga√ļcha, predomin√Ęncia de ra√ßas taurinas de corte e efici√™ncia do sistema produtivo por meio da tecnologia‚ÄĚ, complementou. Fonte: Destaque Rural Curadoria: Boi a Pasto