COOPERNORTE amplia opera├ž├úo e passa a oferecer servi├žos para pecu├íria

Refer├¬ncia como cooperativa agroindustrial, a COOPERNORTE segue pensando em melhor atender seus cooperados e clientes e lan├ža uma grande novidade. A cooperativa inicia seus trabalhos tamb├ęm na pecu├íria, que est├í entre as atividades econ├┤micas mais importantes do Brasil. A cooperativa passa a contar com variadas sementes de pastagem, nutri├ž├úo para todas as fases do rebanho, e com a novidade no mercado que ├ę a Mistura de Umidade Baixa (MUB) que tem revolucionado a suplementa├ž├úo bovina no Brasil. ÔÇťEsse ├ę um grande passo de amplia├ž├úo dos servi├žos da COOPERNORTE. Estamos atentos ao que h├í de mais moderno no mercado para oferecer aos nossos clientes e cooperados produtos e servi├žos de alta qualidade para o manejo do rebanhoÔÇŁ, destaca Sr. Baz├şlio Carloto, diretor-presidente da COOPERNORTE Dentre os servi├žos oferecidos est├úo: pastagem (forrageiras variadas para diferentes manejos); qu├şmicos (controle eficiente de pragas e daninhas); nutri├ž├úo animal (atuando na cria, recria, engorda e gado de leite); e com MUB (energ├ętico proteico que dispensa o uso do cocho, com aditivio melhorador de desempenho).  Os produtores j├í podem falar com a equipe de consultoria da COOPERNORTE por meio do WhatsApp (91) 3729-5827. Fonte: Rede Para Curadoria: Boi a Pasto

Bordadeira de Timba├║ba (RN) explica produ├ž├úo da roupa de Janja na posse de Lula: ‘A gente nunca imaginou bordar palha’

Artes├ús de Timba├║ba dos Batistas, do Serid├│ potiguar, produziram vestido usado na posse. Elas j├í tinham feito o vestido de noiva usado por Janja em casamento com Lula. A roupa usada por┬áJanja┬ána posse de┬áLula┬áneste domingo (1┬║) teve detalhes feitos por bordadeiras de┬áTimba├║ba dos Batistas, cidade potiguar a quase 300 quil├┤metros de Natal. O grupo j├í tinha produzido┬áo vestido de noiva da soci├│loga em seu casamento┬áe repetiu a dose com a produ├ž├úo para o evento que marcou o in├şcio do terceiro mandado de Lula como presidente do Brasil. A pe├ža foi idealizada pela estilista Hel├┤ Rocha, que procurou as bordadeiras com uma proposta inovadora: utilizar palha como material que traria os detalhes dourados do vestido. A parceria entre as artes├ús potiguares e a estilista j├í dura cinco anos. “Essa confec├ž├úo foi totalmente inovadora, a gente nunca imaginou bordar palha. Mas aceitamos a ideia e fizemos v├írios testes antes do resultado final. “, afirmou Valdineide Dantas, presidente da Cooperativa das M├úos Artesanais de Timba├║ba dos Batistas. Entre estudo e produ├ž├úo, foram seis semanas em um trabalho que contou com a atividade de cinco bordadeiras. A palha usada na pe├ža foi trazida de Pirangi, no litoral potiguar. O bordado foi feito com o aux├şlio de uma m├íquina que ├ę controlada manualmente pelas artes├ús. “Quer├şamos esse efeito dourado, para ter um acabamento bonito de bordado. A gente fica muito realizada em ter sua arte sendo reconhecida. ├ë muito gratificante”, afirma a bordadeira. Casamento Al├ęm da pe├ža utilizada neste domingo (1┬║), as artes├ús j├í tinham produzido outra veste marcante para a nova primeira-dama do Brasil. Em maio de 2022, a soci├│loga casou com o agora presidente com┬áum vestido bordado pelas potiguares. A pe├ža teve o tema ‘Luar do sert├úo’ e tamb├ęm foi fruto de parceria com a estilista Hel├┤ Rocha. Ap├│s um m├¬s e meio de trabalho, a pe├ža ficou pronta e o resultado foi elogiado nas redes sociais. Sete meses depois, Valdineide ainda comemora os frutos da produ├ž├úo. Ela conta que a procura pelos servi├žos da cooperativa aumentou consideravelmente. “Aumentou muito a procura. Principalmente de uma lembrancinha que fizemos pro casamento dela que estamos autorizado a comercializar. A pe├ža tem o bordado da constela├ž├úo de escorpi├úo e virgem, representando Lula e Janja. O pessoal est├í comprando muito”, explicou a bordadeira. Bordadeiras A arte do bordado em Timba├║ba dos Batistas ├ę centen├íria e, para muitas das artes├ús, foi uma habilidade passada de m├úe para filhas. Atualmente fazem parte da cooperativa 26 mulheres. A entidade foi fundada h├í cerca de 15 anos e beneficia artes├ús locais. Os bordados da cooperativa tamb├ęm j├í tinham vestido outras famosas. Elas fizeram o vestido de casamento da atriz Isis Valderde e tiveram pe├žas usadas por Sacha, Bruna Marquezine e Cl├íudia Leitte. Fonte: G1 Curadoria: Boi a Pasto