Emergência Climática: Um Chamado Urgente à Ação Decisiva

O mundo está em chamas. Não de uma maneira figurativa, mas literal. Janeiro de 2024 entrou para os anais da história como o mês mais quente já registrado desde o início da era industrial, com uma elevação alarmante de 1,5°C acima dos níveis pré-industriais. Esta não é uma estatística que podemos simplesmente ignorar. É um grito de socorro da própria Terra, clamando por uma mudança imediata e drástica em nossas ações.

Combustíveis fósseis: a humanidade vai conseguir viver sem eles?

E o mundo finalmente reconheceu que a sua dependência dos combustíveis fósseis é um perigo para a sua existência. Representantes de quase 200 países concordaram, pela primeira vez, em tomar medidas para abandonar a utilização de petróleo, gás e carvão, a fim de conter as mudanças climáticas. O pacto histórico foi alcançado na COP28 das Nações Unidas, realizada nas últimas duas semanas em Dubai (Emirados Árabes Unidos).

Lula: em dez anos, Brasil será a Arábia Saudita da energia renovável

Um casamento entre desenvolvimento social, redução de desigualdades, geração de empregos e transição energética. Uma proposta de parcerias privadas e de Estado para oferecer ao mundo uma matriz mais limpa, renovável e conectada aos desafios atuais. Uma provocação para que empresários árabes e brasileiros sejam mais ousados para construir um novo capítulo da relação bilateral. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva encerrou nesta quarta-feira (29/11), na Arábia Saudita, uma mesa redonda voltada a empresários e representantes de governo dos dois países com essas mensagens.

Brasil vai à COP28 para cobrar, e não para ser cobrado,diz Marina Silva

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, afirmou nesta segunda-feira (27) que o Brasil vai à Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-28) para cobrar, e não para ser cobrado. A ministra participou nesta manhã de uma reunião da CPI das ONGs, instalada no Senado Federal. A COP será realizada em Dubai, nos Emirados Árabes, entre 30 de novembro e 12 de dezembro.”Estamos indo para COP não é para ser cobrados, nem sermos subservientes, é mas para altivamente cobrarmos que medidas sejam tomadas, porque é isso o que o Brasil tem feito”, afirmou a ministra.

O Despertar Aterrador: O El Niño e a Crise Climática em Confluência

O mundo está à beira de um cataclismo ambiental, e os sinais são inequívocos. O El Niño, esse fenômeno climático impetuoso, já chegou, e quando unido à crescente crise climática, as perspectivas para nosso planeta são alarmantes. A física climática Anna Cabré, uma renomada consultora de pesquisa da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, alerta-nos para o iminente impacto desse casamento volátil entre o El Niño e a crise climática. O que podemos esperar? Devastação na saúde, na natureza, na infraestrutura, na segurança alimentar e até mesmo nos conflitos que assolam nosso mundo. É hora de abordarmos essa questão de frente, com toda a ênfase que ela merece.

El Niño começa oficialmente com a promessa de ser um dos mais intensos da próxima década

Um El Niño antecipado já está oficialmente formado. Deve ser forte, bagunçar o clima em todo o mundo e dar a uma Terra já em aquecimento um pouco mais de calor, segundo anunciaram meteorologistas nesta quinta-feira, 8. A Administração Nacional de Atmosferas e Oceanos (NOAA, na sigla em inglês) lançou um alerta nesta manhã anunciando a formação do fenômeno climático. E ele deve ser levemente diferente dos anteriores.

Entenda o que o Hidrogênio Verde, que terá primeira fábrica no Brasil

O hidrogênio verde é a aposta para um futuro neutro em gás carbônico. O “combustível do futuro” tem três vezes mais energia do que a gasolina, com a vantagem de ser uma fonte limpa, que não gera poluentes. Produzido com fonte de energia renovável, é considerado a principal a alternativa ao petróleo.

Dia Mundial do Meio Ambiente – O Agroambiental em suas diversas nuances

A Embrapa Meio Ambiente realizará, em 7 de junho de 2023, das 9h30 às 11h, em formato híbrido, o painel O Sonho da Sustentabilidade virando Realidade, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho), com a participação de três mulheres que sempre estão engajadas no tema – Silvia Massruhá, presidente da Embrapa; Thais Souza Vieira, diretora da Esalq/USP e Paula Packer, chefe-geral da Embrapa Meio Ambiente. O evento faz parte das comemorações dos 50 anos da Embrapa.

A Embrapa Meio Ambiente realizará, em 7 de junho de 2023, das 9h30 às 11h, em formato híbrido, o painel O Sonho da Sustentabilidade virando Realidade, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho), com a participação de três mulheres que sempre estão engajadas no tema – Silvia Massruhá, presidente da Embrapa; Thais Souza Vieira, diretora da Esalq/USP e Paula Packer, chefe-geral da Embrapa Meio Ambiente. O evento faz parte das comemorações dos 50 anos da Embrapa.