julho 23, 2024

“Os machos avaliados pelo Programa de Eficiência de Carcaça (PEC) precisam de mais atenção que as fêmeas.

A tecnologia é essencial para melhorar o desempenho”, diz Danilo Grandini, da Phibro Saúde Animal 

Seis em cada 10 fêmeas inscritas no Programa de Eficiência de Carcaça (PEC) edição 2022 foram para o abate em condições adequadas de idade, peso, acabamento de gordura e pH da carne. Em relação aos machos, somente 18% tinham o acabamento de gordura desejado. No total, participaram do PEC 349.683 animais, sendo 26% fêmeas (91 mil cabeças) e 74% machos (258.683 cabeças). 

“Essa informação é extremamente importante para os objetivos do programa”, ressalta Danilo Grandini, diretor global de marketing para bovinos da Phibro Saúde Animal, realizadora do Programa de Eficiência de Carcaça ao lado de Minerva Foods e Biogénesis-Bagó. 

“Há uma enorme oportunidade de melhoria desse indicador, que é absolutamente essencial em termos de bovinos de qualidade prontos para o abate. A proposta do PEC é exatamente contribuir para os pecuaristas produzirem hoje o boi do futuro. Sabendo que há essa dificuldade no acabamento de gordura dos machos, temos totais condições de contribuir para a melhoria do desempenho. Para isso, a tecnologia em suplementação, o cuidado sanitário e, claro, a boa genética, são essenciais”, ressalta Grandini. 

Em quatro anos, já foram abatidos 926.961 animais inscritos no PEC nas unidades do Minerva Foods em Araguaína (TO), Janaúba (MG), José Bonifácio (SP), Mirassol D’Oeste (MT) e Palmeiras de Goiás (GO). “Este é um banco de dados fantástico. Estamos falando de quase 1 milhão de cabeças. A tecnologia tem contribuído fortemente para o aumento da produtividade da pecuária brasileira. Com essas informações em mãos, podemos ser ainda mais assertivos. Utilizando os resultados dos machos do PEC 2022, identificamos a necessidade de intensificar a oferta de nutrição de qualidade, na forma de suplementação, e do pasto. Dessa forma, conseguimos ter os animais prontos, com boa deposição de gordura, no período certo – no caso dos machos, a idade-alvo é entre 24 e 30 meses”, ressalta o diretor global de marketing de bovinos da Phibro. 

“Essa é a proposta básica do PEC: contribuir para o sucesso dos pecuaristas, o que, por extensão, proporciona benefícios para todos os elos da cadeia, já que os animais terminados mais cedo, com adequado acabamento de gordura, bom peso e pH da carne em torno de 5.8 podem ser exportados para praticamente todos os países do mundo”, diz Danilo Grandini. “Temos a soluções necessárias para obter o acréscimo de desempenho necessário”. 

“O PEC é uma iniciativa fantástica, que fortalece os laços com os pecuaristas de estados importantes para a pecuária brasileira. Essa proximidade possibilita a melhoria dos indicadores econômicos das propriedades participantes, o que representa um ganho direto em termos de qualidade de carcaças e, portanto, possibilidade de retorno econômico. Para a Phibro, também é a oportunidade de fortalecer ainda mais nossa presença no mercado, levando soluções eficazes que contribuem para a boa nutrição e a saúde do gado”, assinala Mauricio Graziani, presidente da Phibro Saúde Animal. 

Sobre a Phibro Saúde Animal 

A Phibro é uma empresa global em saúde e nutrição animal, dedicada ao atendimento da crescente demanda mundial por proteínas animais. A empresa possui mais 1.400 apresentações de produtos, está presente em mais 65 países e tem orgulho de ser parceiro de confiança para produtores, nutricionistas e veterinários, oferecendo soluções inovadoras e serviços de qualidade para produzir alimentos saudáveis e acessíveis. (www.pahc.com/brasil

Fonte: Assessoria de imprensa

Curadoria: Boi a Pasto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp