Intertech Mulheres Debate o Protagonismo e os Desafios Femininos No Agronegócio

Durante encontro em Rio Preto, mulheres debatem protagonismo e as dificuldades encontradas no trabalho dentro do agro. “Esses encontros são de grande importância para nós mulheres e para os homens. Trabalhamos juntos e é importante que todos conheçam o trabalho desenvolvido pelas mulheres no agro. Queremos somar, agregar e contribuir”, afirma Sônia Bonato, embaixadora do Congresso Nacional de Mulheres do Agronegócio.

Balança comercial tem superávit recorde de US$9,904 bi em setembro

Beneficiada pela queda nas importações de combustíveis e pela safra recorde de grãos, a balança comercial – diferença entre exportações e importações – fechou setembro com superávit de US$ 8,904 bilhões, divulgou nesta segunda-feira (2) o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC). O resultado é o melhor para meses de setembro e representa alta de 51,2% em relação ao mesmo mês do ano passado, pelo critério da média diária.

Boi: Poder de compra frente ao bezerro é o menor em 2 anos

Os preços do boi gordo vêm apresentando forte reação neste mês, impulsionados pela baixa oferta de animais para abate – o Indicador CEPEA/B3 (mercado paulista) já opera acima dos R$ 220. No entanto, pesquisadores do Cepea ressaltam que a valorização da arroba não foi suficiente para melhorar o poder de compra de pecuaristas terminadores. Esse cenário se deve às baixas mais intensas da arroba bovina frente às registradas para o animal de reposição ao longo de 2023.

Câmara de Comércio Brasil – Peru será lançada nesta quarta-feira (04), em São Paulo, em evento oficial que acontece no Consulado Geral do Peru

Nesta quarta-feira, dia 4 de outubro, será lançada, oficialmente, na sede do Consulado Geral do Peru, em São Paulo, a Câmara de Comércio Brasil – Peru. O evento recebe inscrições pelo link https://bit.ly/VIRTUAL-CAMBRAPER. Segundo Rafael Torres Morales, CEO da Rede Internacional de Negócios (RIN) e Presidente do Comitê Organizador da CAMABRAPER, o lançamento da entidade servirá como um catalisador para a melhoria imediata nas relações comerciais e empresariais entre ambos os países, criando um espaço comum de diálogo dedicado inteiramente a facilitar as relações empresariais e, com isso, o fluxo comercial e de investimentos. O Brasil mantém um comércio corrente de cerca de 6 bilhões de dólares com o Peru, segundo a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil).

Carta aberta ao governador e aos deputados do Rio Grande do Sul

Diante das tragédias ocorridas no Estado, continuarão insistindo em retrocessos ambientais?

No dia 22 de agosto, em artigo publicado no Jornal do Comércio, sob o título de “O gargalo do licenciamento ambiental”, um deputado do partido Republicanos, que atualmente preside a Comissão de Economia da Assembleia Legislativa, acusa o licenciamento ambiental de causar prejuízos à economia do Estado e insinua que quem defende o meio ambiente seria pertencente a um segmento que quer manter a sociedade na idade da pedra.

JBS faz reestruturação acionária e deve passar a negociar seus papéis também em Nova York

A JBS, uma das maiores empresas de alimentos do mundo, quer listar suas ações nos Estados Unidos, um mercado que dá mais visibilidade a investidores internacionais e onde os concorrentes da companhia são negociados a valores muito maiores. O plano é fazer uma dupla listagem, com ações na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse) e na B3, e vai ser proposto agora aos acionistas da empresa. A listagem em Nova York pode acontecer em dezembro, caso os próximos passos ocorram dentro do previsto.

ARTIGO – É possível acabar com a fome?

Por Kátya Desessards (*) Eu venho acompanhado a evolução das pesquisas sobre a produção de alimentos alternativos como pastas e farinhas a partir de insetos, como uma opção real para solucionar o Mal da Fome no Planeta. Trabalho no agronegócio há muitos anos e a questão fome é um debate que está sempre na pauta […]

Câmara aprova Reforma Tributária em dois turnos com votação histórica

BRASÍLIA – Numa votação histórica e após 35 anos de tentativas sem sucesso, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, 6, o texto-base da proposta de reforma tributária, que muda o sistema de impostos do País. O placar foi folgado: 382 votos a favor e 118 contrários no primeiro turno e 375 votos a favor e 113 contrários no segundo turno, encerrado pouco antes das 2h desta sexta-feira, 7. Por se tratar de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), eram necessários 308 votos.