eskişehir televizyon tamirDiş eti ağrısıAntika mobilya alanlarwordpress en iyi seo eklentilerihttps://www.orneknakliyat.comantika alanlarEtimesgut evden eve nakliyathayır lokmasıpendik evden eve nakliyatbeykoz evden eve nakliyatdarıca evden eve nakliyateskişehir protez saçavcılar lokmacıankara ofis taşımacılıgıankara parca esya tasımatuzla evden eve nakliyatAnkara implant fiyatlarıodunpazarı emlakmersin evden eve nakliyatığdır evden eve nakliyatvalizweb sitesi yapımıçekici ankaraAntika alan yerlerEtimesgut evden eve nakliyateskişehir web sitesiMedyumMedyumlarEtimesgut evden eve nakliyatankara evden eve nakliyatantika alanlarmamak evden eve nakliyatankara evden eve nakliyatankara evden eve nakliyatçankaya evden eve nakliyatistanbul saç ekimiEtimesgut evden eve nakliyatniğde evden eve nakliyateskişehir emlakgoogle ads çalışmasıtuzla evden eve nakliyateskişehir uydu tamirtomi club maldivespoodleeryaman evden eve nakliyatpoodlepomeraniandextools trendingdextools trending botfront run botdextools trending costdextools trending servicepancakeswap botdextools botdextools trending algorithmcoinmarketcap trending botpinksale trending botcoinmarketcap trendingfront running botpancakeswap sniper botuniswap botuniswap sniper botmev botpinksale trending botprediction botGaziantep uygun evden eve taşımaköpek ilanlarıMedyumeskişehir evden eve nakliyatantika alanlarmersin evden eve nakliyatcasibomseo çalışmasıistanbul hayır lokmasıgoogle adsbeykoz evden eve nakliyatbetturkeyUc Satın aloto çekicipoodle

maio 19, 2024

Câmara aprova Reforma Tributária em dois turnos com votação histórica

Fonte: Estadão

Curadoria: Portal Boi a PASTO

BRASÍLIA – Numa votação histórica e após 35 anos de tentativas sem sucesso, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, 6, o texto-base da proposta de reforma tributária, que muda o sistema de impostos do País. O placar foi folgado: 382 votos a favor e 118 contrários no primeiro turno e 375 votos a favor e 113 contrários no segundo turno, encerrado pouco antes das 2h desta sexta-feira, 7. Por se tratar de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), eram necessários 308 votos.

A Câmara continuará a análise dos destaques (pedidos de alteração) a partir das 10h desta sexta. Após encerrada a votação, o texto segue para o Senado.

A PEC 45 altera a tributação dos impostos que incidem sobre o consumo de bens e serviços e cria três novos: o Imposto sobre Bens e Serviços (IBS), substituindo o ICMS dos Estados e o ISS dos municípios; a Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS), que substitui PIS, Cofins e o IPI, que são federais; e o Imposto Seletivo, que incide sobre produtos danosos à saúde e ao meio ambiente. Os novos impostos começam a valer em 2026, com um período de teste, e passam a ter vigência integral em 2033.

O modelo de cobrança será o do Imposto sobre Valor Agregado (IVA), que acaba com a tributação em cascata. Outro pilar da reforma é a mudança da tributação do consumo (onde o bem ou serviço é produzido) para o destino (onde é consumido) — a fim de acabar com a chamada guerra fiscal entre Estados.

Num gesto raro antes da votação, o presidente da Câmara, Arthur Lira, resolveu fazer um pronunciamento da tribuna para rebater os críticos da reforma e pedir os votos. Ele solicitou aos deputados que não se deixassem levar por críticas infundadas de quem nunca quis a reforma. “Sairemos daqui com a cabeça erguida, vamos escrever os nossos nomes na História”, disse. O PL, partido do ex-presidente Bolsonaro, orientou a bancada a votar contra. Mesmo assim, 20 deputados do partido votaram a favor da reforma.

O relator, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), afirmou que, com a votação, o País “não olha para a esquerda nem para a direita, mas para frente”. “Poderíamos fazer melhor, mas estamos fazendo o melhor que podemos fazer”, disse. Ele agradeceu nominalmente políticos que participaram das negociações, citando o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos) e os membros da Frente Parlamentar do Agronegócio. Ribeiro também citou que começou a discutir a proposta ainda durante o governo Bolsonaro, com o então ministro da Economia, Paulo Guedes.

Para a aprovação da reforma, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e o relator, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), fizeram uma série de concessões, beneficiando ainda mais o agronegócio e o setor de serviços com taxação mais baixa.

Leia mais

Com forte lobby junto aos deputados e se aproveitando da pressa de Lira para concluir a votação, os dois grupos mais resistentes à reforma durante os últimos anos jogaram pesado e conseguiram emplacar a maior parte das suas demandas.

Apesar da resistência da equipe econômica, o agro e os supermercados foram atendidos também com a criação de uma cesta básica nacional, cujos produtos terão alíquota zero. Com os pleitos atendidos, a bancada ruralista declarou apoio à reforma em plenário.

Faltando menos de uma hora para o início da votação, o relator cortou ainda mais a alíquota que já era reduzida para um grupo de setores, mercadorias e atividades, como saúde, educação, medicamentos, transporte coletivo, produtos agropecuários e produtos de cuidados básicos à saúde menstrual, como absorventes.

O imposto para esse grupo de favorecidos será 60% menor do que para os demais contribuintes. Antes, a tributação era 50% mais baixa.

Aguinaldo também ampliou a lista dos beneficiados com a alíquota reduzida para produção jornalística e audiovisual nacionais. Os setores de hotelaria, parques temáticos e de diversão, restaurantes e aviação regional conseguiram ser incluídos nos regimes específicos de tributação.

Nova emenda

Após a aprovação do texto-base, foi aprovada por 379 votos uma emenda aglutinativa, unindo diferentes propostas legislativas de acordos que foram firmados na última hora. O objetivo era atender a segmentos com interesses específicos para que não atrapalhassem a votação.

Dessa maneira, entraram na lista com alíquota reduzida atividades desportivas, aquícolas, bens e serviços relacionados a segurança e soberania nacional, segurança da informação e segurança cibernética. A emenda também ampliou a imunidade tributária de “templos de qualquer culto”.

O texto adicional abre a possibilidade de os Estados instituírem um novo tributo: uma contribuição sobre produtos primários e semielaborados, produzidos nos seus territórios, para investimento em obras de infraestrutura e habitação.

A permissão surpreendeu os tributaristas. Segundo o tributarista Luiz Bichara, até então, a contribuição era prerrogativa da União. “A emenda aglutinativa contém temas relevantes e que, por isso mesmo, deveriam ter sido debatidos. Essa sofreguidão cria uma mácula no processo legislativo”, criticou Bichara, que considera as novas contribuições estaduais “muito grave” .

“Cria-se uma competência constitucional nova, e dá-se autorização para que os Estados criem tributos novos, revelando o descompromisso da PEC com a manutenção da carga tributária Além disso, certamente estamos diante de um dispositivo que vai onerar exportações“, avaliou. “Amanhã os Estados poderão tributar com essa nova contribuição petróleo, energia, minério… enfim, agora se entende que “acordo” foi esse. Como sempre, às custas do sangue do contribuinte.”

Fonte: Estadão

Curadoria: Portal Boi a Pasto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter para ficar atualizado.

POST RECENTES

A tecnologia contra o desperdício de alimento

Em 27 de março, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) divulgou um dado alarmante:  mais de 1 bilhão de refeições foram desperdiçadas por dia, em 2022, em todo o mundo. Isso ocorre enquanto 783 milhões de pessoas passam fome e um terço da população mundial enfrenta algum tipo de insegurança alimentar, de acordo com o Relatório do Índice de Desperdício de Alimentos 2024. O impacto ambiental também impressiona, pois o desperdício de alimentos é responsável por emissões de gases de efeito estufa cinco vezes maiores do que as do setor de aviação.

Leia Mais »

USP e Embrapa oficializam parceria para pesquisas em rastreabilidade

Pesquisas voltadas à sustentabilidade da agricultura estão no foco de um novo acordo assinado no último dia 11 entre a Embrapa e a Universidade de São Paulo (USP). O protocolo de intenções acordado abrange o uso compartilhado do Centro de Agricultura Tropical Sustentável (STAC) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da USP.

Assinado durante o Fórum de Agricultura Tropical Sustentável, realizado na capital paulista, na USP, o documento tem como objeto trabalhos de desenvolvimento de métricas e selos de sustentabilidade ligados às práticas ESG, sigla em inglês para definir a abordagem de governança ambiental, social e corporativa.

Leia Mais »
hacklinkbig bass bonanzaSweet bonanza demoCasinoslotgates of olympus oynaSweet bonanza demosugar rush oynaCasinoslotBahisnowbayan escortTürkiye Escort Bayanbuca escortKlasoyun TwitterKlasoyun Giriş TwitterUltrabet TwitterBetsoo Giriş Twitterfethiye escortbornova escortmarsbahisDeneme Bonusu Veren Sitelercasibom girişŞişli escortizmir escortDenizli escortMalatya Escortşanlıurfa escortHacklinkBeşiktaş escortAtaşehir escortBeylikdüzü escortkadıköy escortcialisViagraBahis siteleriBeylikdüzü escortmasözmasözantalya escortcasibombetturkeyfixbetdeneme bonusu veren sitelerdeneme bonusu veren sitelercasibombets10jojobet girişpusulabetbaywinGrandpashabetcasibom girişholiganbet girişbettiltcasibom girişslot sitelerisekabetbetmatikbetkanyonsekabetholiganbetbetmatikcasibomcasibomcasibomcasibomcasibomcasibomcasibomcasibomcasibomhitbetsahabetsahabetbettiltvdcasinoilbetcratosroyalbettümbetbaywinslot sitelericanlı casino sitelericasino sitelerislot siteleribahis siteleribaywinİnterbahisbelugabahismadridbetcasibomcasibombetkom girişcasibomcasibommarsbahiscasibomcasibomcasibomcasibomcasibomcasibomcasibomcasibomcasibomBetoffice girişPusulabetBelge istemeyen bahis sitelerisahabet1xbetbahiscombycasinoikimisliorisbetkaçak maç izlecasibom girişcasibom girişcasibom girişcasibom giriş twittercasibom girişcasibom girişcasibom