eskişehir televizyon tamirDiş eti ağrısıAntika mobilya alanlarwordpress en iyi seo eklentilerihttps://www.orneknakliyat.comantika alanlarantalya haberEtimesgut evden eve nakliyathayır lokmasıİstanbul İzmir eşya taşımaİstanbul izmir evden eve nakliyatpendik evden eve nakliyatresim yüklemebeykoz evden eve nakliyatdarıca evden eve nakliyateskişehir protez saçavcılar lokmacıankara ofis taşımacılıgıankara parca esya tasımaeskişehir uydu servisituzla evden eve nakliyatalanya escortAnkara implant fiyatlarıodunpazarı emlakbatman evden eve nakliyatql36mersin evden eve nakliyatığdır evden eve nakliyatql36 satın aliptviptv testpenis büyütücü hapvalizankara gelinlik modelleriweb sitesi yapımıçekici ankaraSütunlar güncellendi.

dezembro 6, 2023

Dia de Campo em Bagé (RS),sobre sustentabilidade na pecuária recebe mais de 500 pessoas

A Embrapa Pecuária Sul realizou o evento “A Pecuária em Sistemas Sustentáveis de Produção” na última terça-feira (16/5), na sede da instituição, no Rio Grande do Sul.

No evento, foram apresentados quatro grandes linhas de pesquisa da Embrapa, que está completando 50 anos, e as soluções tecnológicas desenvolvidas e disponíveis para o produtor que visam a intensificação da pecuária, com elevação da produtividade e ao mesmo tempo propiciando maior sustentabilidade aos diferentes sistemas de produção.

O Dia de Campo em Bagé contou com apoio da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), por meio do Programa Duas Safras, e patrocínio da Corteva.

Para o chefe-geral da Embrapa Pecuária Sul, Fernando Cardoso, o evento foi uma importante oportunidade para produtores, técnicos e estudantes conhecerem algumas tecnologias que já podem ser aplicadas no campo, com retorno produtivo, econômico e ambiental.

“E a pecuária tem um papel extremamente importante para a sustentabilidade, seja com a intensificação da produção ou em sistemas integrados com lavouras ou florestas”, relatou.

Já o coordenador do Programa Duas Safras, Rodrigo Rizzo, destacou o potencial do país na produção de alimentos e o papel da Embrapa como indutor desse crescimento por meio das tecnologias desenvolvidas.

De acordo com o chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Pecuária Sul, Gustavo Martins da Silva a presença de um grande número de pessoas ligadas à pecuária significa também um reflexo da forma com que a Embrapa vem trabalhando, desenvolvendo os projetos de pesquisa e inovação juntamente com parceiros do setor produtivo, o que proporciona uma interação constante e favorece à adoção das tecnologias pelos produtores.

LEIA O ARTIGO | A sustentabilidade da nossa pecuária também passa pela melhora da imagem da carne brasileira

Uma das estações apresentou diferentes cultivares desenvolvidas pela Embrapa de forrageiras e cereais de inverno. De acordo com o pesquisador da Embrapa Pecuária Sul, Daniel Montardo, as cultivares mostradas na vitrine no Dia de Campo aumentam as opções para o planejamento forrageiro, atendendo a diferentes necessidades dos sistemas de produção.

A pesquisadora da Embrapa Gado de Leite Andrea Mittelmann apresentou cultivares de azevém, como o BRS Ponteio, o BRS Integração e o BRS Estações, com diferentes ciclos e objetivos. Também da Clima Temperado, o analista Sérgio Bender mostrou forrageiras tropicais, com duas cultivares de panicum e duas de brachiaria, que mesmo desenvolvidos para outras regiões do país, tem se mostrado como opções para o sul.

Por fim, o analista da Embrapa Trigo, Marcelo Klein, foi responsável por falar sobre cultivares de cereais de inverno, como trigo, aveia e cevada, que podem ser usados tanto para pastejo como para produção de grãos.

Em outra estação, intitulada “Pasto 365: forragem o ano inteiro”, foram tratadas as estratégias para melhorar e qualificar a nutrição dos animais, bem como alguns aspectos relacionados a sistemas integrados entre pecuária e lavoura.

Segundo o pesquisador da Embrapa Pecuária Sul, Danilo Sant’Anna, tecnologias como o Pasto sobre Pasto visam aumentar a oferta de alimentos aos animais e ampliar o número de dias de pastejo em uma área, e também propiciam outros ganhos ambientais, como a aceleração dos processos de melhoria do solo.

Na mesma estação, o pesquisador da Embrapa Clima Temperado, Giovani Theisen apresentou resultados de mais de 10 de experimentos em integração lavoura e pecuária. Segundo ele, resultados mostram que com a utilização de animais na fase de pastagem ocorre uma melhora substancial dos solos, especialmente no incremento de matéria orgânica.

Já o pesquisador da Embrapa Pecuária Sul, Vinicius Lampert apresentou resultados financeiros do uso da cultivar de capim-sudão BRS Estribo. De acordo com Lampert, quando bem manejada, a pecuária em pastagens de verão pode ter lucratividade maior que lavouras no mesmo período.

VEJA TAMBÉM | CNA aborda expectativas e desafios da bovinocultura de corte na Agrotins

O melhoramento genético animal foi outra linha de pesquisa destacada no Dia de Campo. O pesquisador Marcos Yokoo ressaltou a participação da Embrapa nos programas oficiais de melhoramento bovino, como o Promebo, o mais antigo do país e que atende a diferentes raças europeias, o PampaPlus, das raças Hereford e Braford e o Brangus+, cujos primeiros sumários serão lançados em breve.

Yokoo também falou sobre o serviço de predição genômica, que possibilita maior precisão nas avaliações genéticas, exemplificando com o trabalho realizado com as raças Hereford e Braford para identificar animais mais resistentes ao carrapato e também mais adaptados aos trópicos.

Ainda nessa área, o analista da Embrapa Pecuária Sul, Roberto Collares, apresentou as provas de avaliação de desempenho que são realizadas há mais de 20 anos no centro de pesquisa. De acordo com Collares, estas provas servem para identificar reprodutores com genética superior para características de interesse quando submetidos a um mesmo ambiente e tratamento, como a Prova de Avaliação a Campo (PAC) e a Prova de Eficiência Alimentar (PEA).

Já a pesquisadora Cristina Genro ressaltou a nova prova que vem sendo realizada na Embrapa, Prova de Emissão de Gases (RS), que visa identificar entre reprodutores jovens aqueles que emitem menos metano por quilo produzido.

VEJA TAMBÉM | Embrapa: drones garantem 66% de acurácia no monitoramento de pastagens, revela pesquisa

O melhoramento genético de ovinos também foi destacado no evento e, segundo o pesquisador Carlos Hoff de Souza, as pesquisas da Embrapa Pecuária Sul têm se concentrado em identificar genes que propiciam maior prolificidade nas ovelhas e também melhoria na conformação de carcaça, além da genética favorável ao pelecheamento e à maior resistência a verminoses.

A outra estação enfocou o controle de plantas indesejadas, com destaque para o caruru e o capim-annoni, espécies que vem trazendo prejuízos para lavouras e pecuária. A pesquisadora da Embrapa Pecuária Sul, Fabiane Lamego, ressaltou as pesquisas que vêm sendo desenvolvidas para o combate ao caruru que vem se transformando em um grande problema para a cultura da soja depois que se tornou resistente ao principal herbicida utilizado.

Segundo Fabiane, novas moléculas estão sendo testadas e algumas delas vêm demonstrado eficácia contra a espécie. Contudo, a pesquisadora destacou que as pesquisa com o uso das áreas com pecuária no inverno tem se mostrado eficiente para diminuir a presença do caruru nas lavouras, e por isso a integração lavoura-pecuária pode cumprir um papel muito importante neste controle.

Já o pesquisador Naylor Perez foi responsável por apresentar os trabalhos desenvolvidos para combater o capim-annoni, uma planta invasora que se espalhou pelos campos e pastagens da região Sul.

Segundo Perez, para um efetivo combate é preciso aliar diferentes estratégias, como a aplicação seletiva de herbicidas, que pode ser feita pela máquina Campo Limpo, desenvolvida pela Embrapa e também com a enxada química, quando a infestação ainda é pequena.

Além disso, o pesquisador salientou a necessidade de manter o campo natural ou pastagem plantada em boa quantidade e qualidade, por meio da fertilização e cuidados com manejo, impedindo assim a infestação desta planta invasora.

Fonte: Embrapa

Curadoria Portal Boi a Pasto

#Agricultura #Agronegócio #Arroz #Artigos #Aves #Avicultura #Biotecnologia #Bovinos #Café #Carne #Clima #Conjuntura #Desmatamento #Embrapa #Energia Limpa #Frutas #Genética #gripeaviária #Grãos #ilpf #indígenas #Leite #Manejo #Meio-ambiente #Meio Ambiente #melhoramentogenético #Mercado #milho #mudançasclimáticas #Notícias #Nutrição #Pastagem #Pasto #Pecuária #Produtor #Qualidade #recuperaçãodepastagens #reformadepastagens #reprodução #Sanidade #Suplementação #suplementaçãomineral #Sustentabilidade #Tecnologias Agronegócio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter para ficar atualizado.

POST RECENTES

Produtores e empresas apostam em técnica que recupera àrea

“O produtor rural não consegue produzir se não tiver equilíbrio ecológico. A gente depende economicamente de uma natureza preservada.” A fala do produtor de soja Joel Carlos Hendges, de Balsas (MA), resume o conceito de agricultura regenerativa, ou Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), aplicada com a adoção de técnicas de cultivo ambientalmente inteligentes, com práticas voltadas para o enfrentamento das mudanças climáticas, proteção do solo e da água. Esse modo de plantar e colher, com técnicas simples, respeitando a natureza, recupera o ecossistema biológico e aumenta a produtividade, dando mais rentabilidade ao produtor. 

Leia Mais »

Lula: em dez anos, Brasil será a Arábia Saudita da energia renovável

Um casamento entre desenvolvimento social, redução de desigualdades, geração de empregos e transição energética. Uma proposta de parcerias privadas e de Estado para oferecer ao mundo uma matriz mais limpa, renovável e conectada aos desafios atuais. Uma provocação para que empresários árabes e brasileiros sejam mais ousados para construir um novo capítulo da relação bilateral. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva encerrou nesta quarta-feira (29/11), na Arábia Saudita, uma mesa redonda voltada a empresários e representantes de governo dos dois países com essas mensagens.

Leia Mais »

Brasil vai à COP28 para cobrar, e não para ser cobrado,diz Marina Silva

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, afirmou nesta segunda-feira (27) que o Brasil vai à Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-28) para cobrar, e não para ser cobrado. A ministra participou nesta manhã de uma reunião da CPI das ONGs, instalada no Senado Federal. A COP será realizada em Dubai, nos Emirados Árabes, entre 30 de novembro e 12 de dezembro.”Estamos indo para COP não é para ser cobrados, nem sermos subservientes, é mas para altivamente cobrarmos que medidas sejam tomadas, porque é isso o que o Brasil tem feito”, afirmou a ministra.

Leia Mais »
hacklinkporno izleankara escortizmir escortankara escortankara escortkayseri escortçankaya escortkızılay escortdemetevler escorteryaman escortbig bass bonanzaSweet bonanza demoCasinoslotgates of olympus oynaSweet bonanza demosugar rush oynaCasinoslotBahisnowdeneme bonusu veren sitelercasino siteleriİzmir EscortBursa Escortbalıkesir escortbayan escortTürkiye Escort BayanBursa Escortbuca escortKiralık bahis sitesiBursa EscortSütunlar güncellendi.